Galeria das Armaduras

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Galeria das Armaduras

Mensagem por Morsmordre em Seg Maio 04, 2015 9:48 am

Galeria das Armaduras
SAINDO DA SALA DOS TROFÉUS ESTENDE-SE UM LONGO CORREDOR, CHEIO DE ARMADURAS EXPOSTAS AOS PASSANTES. ASSIM COMO A SALA DE TROFÉUS, A GALERIA TAMBÉM É ILUMINADA UNICAMENTE POR SUAS JANELAS; PORÉM, AS JANELAS DO CORREDOR POSSUEM VIDROS FOSCOS, QUE NÃO PERMITEM A PASSAGEM COMPLETA DA LUZ. HÁ RELATOS DE ARMADURAS MOVENDO-SE SOZINHAS, EMBORA HAJA SUSPEITAS DA AÇÃO DE PIRRAÇA. AS VELHAS ARMADURAS ENCONTRAM-SE ENFERRUJADAS EM PARTE, E ESTENDEM-SE EM SUAS POSES SECULARES, OSTENTANDO SUAS ARMAS COM UM ORGULHO INDECIFRÁVEL.
O CHEIRO METÁLICO, O AR FRIO, A FALTA DE LUZ E UM ESPORÁDICO SOM DE METAL SE MEXENDO FAZ DESSE CORREDOR UM LOCAL SINISTRO E POUCO VISITADO PELOS ALUNOS.
© NOVE3QUARTOS - Todos os direitos reservados.
avatar
Morsmordre
Administrador


Mensagens : 343
Data de inscrição : 31/01/2015

Ver perfil do usuário http://nove3quartos.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria das Armaduras

Mensagem por Luke Shreave O'Connel em Qui Maio 21, 2015 10:43 pm



Divando pelo salão
tags: Com as gatas X Notes: Happy X Clothes: A mesma de Sempre X Música: All The Things She Said
Era noite. Outra noite fria. Os dias parecem se resumir a inverno, inverno e inverno porque o calor que é bom, nem dá sinal de vida. Não tenho nada contra isso, pelo contrário sou adepto ao frio eterno. Melhor clima pra ser calor humano das garotas. Aprendi essa com meu irmão gêmeo, Curtis. Somos bem opostos em algumas coisas e bem iguais em outras além da aparência. Precisava encontrar alguém pra ter contato, esquentar os corpos e tudo mais. Ao mesmo tempo, sentia uma vontade constante de estar só. O frio aperta a carência e é propenso a safadeza. Resumo, estou bipolar.

Qual é o melhor lugar do castelo pra estar só ? Tem a sala dos espelhos que reza a lenda que pessoas enlouqueceram quando a mesma estava ativa. Pessoas foram torturadas pelos próprios medos. Ela está desativada, mas não é um lugar pra se estar. Uma cabeça paranoica como a minha, imagina 'n' coisas ocorrendo ao botar os pés lá dentro. Curioso é que nem eu sei quais são os meus verdadeiros medos. Não, não vou lá. A cozinha seria o local ideal, se não houvesse a presença de vários elfos que estão trabalhando o tempo todo e em prol dos alunos. Preparam as melhores guloseiras, disso ninguém reclama. Me restou uma única e melhor opção.

Sala das armaduras. Pouco visitada pelos alunos. Muitos murmurinhos sobre e o melhor lugar pra ficar pensando na vida. Longe de tudo, longe de todos. A vista não é das mais agradáveis. Como o próprio nome diz, é uma sala repleta de armaduras. Algumas completamente inertes enquanto outras se mexem. Seus movimentos similares ao de cavaleiros medievais vivos, remota um sentimento angustiante e tenebroso por parte delas. Não tenho medo e como ali só havia armadura. Apoiei as costas em uma parede, olhei para o teto, fechei os olhos e dei início a uma reflexão. Sobre algo que prefiro não pronuncia.

OFF : Postagem pausada.


Thanks Panda
avatar
Luke Shreave O'Connel

Mensagens : 12
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 17
Localização : Sua casa, atrás de ti. ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria das Armaduras

Mensagem por Hazel Kahn Bulwer-Lytton em Qui Maio 21, 2015 11:22 pm

'Cause this is torturous electricity

   
   
   
Essa era mais uma das noites em que o travesseiro parece espinho e o colchão pinica o corpo. As meninas do dormitório dormiam e roncavam, e ao longe, podia-se ouvir corujas e outros animais barulhentos. Me vire e revirei, e por fim cedi a vontade enorme de sumir dali. Mais alguns instantes e estaria asfixiando uma daquelas vadiazinhas. Por esse motivo, sentei-me. Espreguicei-me calmamente e esfreguei os pés sobre o tapete felpudo, sentindo o tecido das pantufas e enfiando meus pés sobre elas, as cegas. Levantei-me, buscando um casaco na lateral da cama para cobrir a pequena camisola que vestia, e dando uma leve arrumada nos cabelos. Dois tapinhas nas bochechas pra dar um tom avermelhado e saí do quarto. Girei a maçaneta com o maior dos cuidados e, por sorte, consegui sair da  comunal sem o menor barulho.

Desfilei pelos corredores com a bunda empinada e um sorriso ensaiado. Aquele era o 13, o sorriso que seduz parecendo uma santa. Mordi o lábio inferior e segui para o lugar que me veio a mente: a galeria de armaduras. A noite já era fria, mas ali estava ainda mais. Minhas pernas se arrepiaram. Parei, esfreguei uma na outra. Segui meu caminho. O barulho de metais ao longe me deixava intrigada. Amedrontada? Jamais. 

Caminhando pelo quase breu total, vi um corpo de longe. Mesmo na escuridão parcial, eu podia reconhece-lo. No momento, tive a dúvida sobre ser Luke ou seu gêmeo, mas resolvi arriscar. Entrei para a esquerda, dando alguns passos cujos sons eram abafados pelo barulho das pantufas e, assim que achei que a distância diminuiu, voltei para a direita, me escorando em uma das armaduras e jogando o corpo para frente. Um raio de luz incidiu exatamente onde meu rosto estava. - Bu! Gargalhei, dando um passo a frente e deixando todo o corpo a vista. 

Dois passos a frente e nossos corpos quase se colaram. Abaixei os olhos, encarando minhas pernas e mordendo o lábio inferior. Senti seus olhos percorrendo meu corpo e ergui a cabeça, gargalhando. - Sentiu minha falta? Grudei nossos corpos com um abraço apertado, cheio de más intenções. Aproveitei a proximidade e lambi seu pescoço, dando uma leve mordidinha em seguida. Fui mordendo-o até chegar em seus lábios, onde depositei um selinho demorado. Me afastei, sorrindo de forma inocente. Sorriso de número 1, aos curiosos. - É o destino, Luke!




Off: postagens pausadas entre Luke, Hazel e Lola. Bláblá, não incomodem.
tag: name | words: xxx | notes: i love you!
robb stark






A pretty face can hide an evil mind. -A
avatar
Hazel Kahn Bulwer-Lytton

Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/05/2015
Idade : 15

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria das Armaduras

Mensagem por Lola Van Rousseau em Sex Maio 22, 2015 12:43 am


O mal da ansiedade é que ele acaba me causando insônia, os malditos testes já estavam próximos e eu queria estar mais do que preparada quando o maldito dia chegasse. A noite de insônia já havia me rendido mais ou menos três horas na biblioteca. Cá estou eu, sentada em uma cadeira de frente para uma mesa tomada por livros. Malditos teste. As pálpebras se fechavam aos poucos pedindo descanso, talvez já fosse a hora de ir. Retirei a varinha do bolso e com auxílio de feitiços guardei os livros em seus devidos lugares. O ruído atrás da estante da última sessão chamou minha atenção. Caminhei até lá, mas não havia nada além dos livros, talvez fosse só um pequeno roedor, ouvi dizer que eles adoram ficar no meio dos livros e que a biblioteca está infestada deles. Depois de olhar um pouco mais ao redor, sai pela porta, deixando o local.

As meias de lã, que cobriam meus pés e até a metade das coxas, ocultavam o barulho causado por meus passos. O corredor estava mal iluminado e aparentemente vazio, até que alguns sussurros surgiram no final do corredor. O pequeno susto, ou o medo de ser pega, me fizeram tropeçar nos próprios pés, cambaleando para frente. As vozes se cessaram por alguns breves segundos, como se tivessem ouvido o barulho, mas logo voltaram sem se importar em saber quem era. Continuei andando, agora nas pontas do pé para não correr o risco de tropeçar novamente. Do lado de fora da sala de armaduras duas figuras, figuras as quais eu conhecia bem: Luke e, minha não amável irmã, Hazel. Aproximei-me um pouco mais da porta tentando ouvir melhor sobre o que conversavam, mas pela posição em que ambos se encontravam era claro e óbvio o que estava prestes a acontecer, se já não tivesse acontecido. Respirei fundo na tentativa de controlar a minha vontade de invadir a sala e quebrar aquele clima, e tirar o Luke de perto dela, e dar dois tapas, um de cada lado, na fuça de cada um deles, principalmente na do Luke. Controle-se, Lola. Parei atrás da porta e permaneci ali.

OFF: Postagens pausadas entre Luke, Hazel e Lola, bláh.

avatar
Lola Van Rousseau
Grifinória


Mensagens : 5
Data de inscrição : 02/02/2015
Idade : 16

Perfil Bruxo
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 6º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria das Armaduras

Mensagem por Luke Shreave O'Connel em Sex Maio 22, 2015 2:56 pm



Solitário com as armaduras ou não ?  
tags: Com as gatas X Notes: Happy X Clothes: A mesma de Sempre X Música: All The Things She Said
 

Estar só era confortante. Melhor ainda é conseguir colocar a cabeça no lugar sem ter alguém pra lhe fazer pensar o contrário. Na vida tem muito isso, seus ideais são criticados, sua vida é criticada, seus gostos, seus hábitos, manias, TUDO. E expor isso é expor o íntimo ao perigo. Se expor é um perigo. Contar algo íntimo a alguém que não se pode confiar ou de presença duvidosa põe tudo a perder, pois tudo pode ser usado contra o próprio contador. O ouvinte é melhor que seja você mesmo, no caso, optei por isso, pelo menos por hora. As armaduras são boas ouvintes de segredos, são inertes.

Pensar demais também é corrosivo. Os ânimos podem saltar de feliz para depressivo em um piscar de olhos. Mas pensando bem, não é hora pra isso. Existe um problema e parte dele deve ser resolvido. O último encontro com Bria me serviu pra abrir um pouco os olhos. Penso em fazer o que ela pediu e também penso em uma terceira ou quarta pessoa envolvida nesse caso. Olhei pros quatro cantos da sala. "Será que devo incluir uma quinta? Acho que ninguém se importa se alguém namorar uma armadura. HAHA". - Pensei, rindo sozinho da própria idiotice que percorreu a mente.

Passos a frente e de frente a uma armadura vislumbrei a mesma. De repente... Um feixe de luz corta o rosto de uma mulher a minha frente, a princípio não consegui identifica-la.E o sonoro 'bu' foi assustador, confesso. Até senti um gelo e meu coração quase pulou pela boca. Ao se mostrar na luz, vejo que era Hazel. Um dos motivos de eu ter ido refletir era o envolvimento com a garota e com Lola ao mesmo tempo. Não reclamo, pelo contrário, curto isso. Se Bria acredita que é o momento certo pra pedir Lola em namoro, como consertar esse dilema ? Opções cabíveis não me faltam. 

Falta prática. Meus olhos percorriam o corpo da garota. Ela se aproxima para um abraço. Retribui de forma amigável até a hora em que senti sua lambida no pescoço.-Hmm.- Não posso ficar parado como um mongo. E também não sei se devo seguir em frente. Suas mordidas arrepiaram meu corpo de cima a baixo em regiões que até o momento não conhecia. Fechou o movimento com o selinho. Não ia conseguir.Por mais que eu tente me contrariar, eu gosto  dessa bagunça toda. - Destino ? - Indaguei sorridente com a cabeça um pouco inclinada. Minha mente dizia "NÃO", mas meu corpo disse "Vá". Em uma briga entre o corpo e a razão. O corpo costuma vencer. Minhas pernas se moveram a frente. Se estou sozinho com ela... Por que não !? A envolvi nos braços. A mão esquerda pousou em sua coxa, a direita grudou em seu pescoço. Meus lábios se encontraram aos lábios de Hazel. Minhas mãos pressionavam seu corpo ao meu enquanto mantinha um beijo caloroso na mesma.
 

OFF : Postagens pausadas entre os três.

Thanks Panda
avatar
Luke Shreave O'Connel

Mensagens : 12
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 17
Localização : Sua casa, atrás de ti. ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria das Armaduras

Mensagem por Hazel Kahn Bulwer-Lytton em Sab Maio 23, 2015 12:32 am

We flawless, ladies tell 'em
Eu tento ardentemente não me meter em confusões. Mentira, eu não tento. Intrigas, fofocas, brigas, ameaças. Qual a graça da vida se não tiver diversão? A vida, a propósito, é tão justa que te dá duas opções. Ela se senta, cruza as pernas, acende um cigarro - que leva aos lábios da cor de sangue fresco - e lhe pergunta, com o sorriso mais sedutor de todos: "Queres com, ou sem emoção?". Eu escolhi uma dose dupla de muita, muita emoção. E aí surgi, trazendo a tempestade para a vida de minhas irmãs. Só porque a história de minha família é trágica, tenho que ser sem sal como Lola ou sentimental como Bria? Sou mais a Íris. Calíope não chove nem molha, está na linha neutra. Sou a ventania, a cor, a vida. Na mais pura humildade, é claro.

Luke é um garoto bonitinho que, diferente do irmão, parecia ser inocente. Eu não gosto de pessoas inocentes, então tento ajudá-las a virar pessoas normais. Alfredo já estava se tornando grudento. Típico chiclete que perdeu o açúcar e você continua a mascar para se entreter. Ou pra ocupar a boca, em alguns casos. E então havia aquele garoto, precisando ser salvo. O irmão gêmeo não era nenhum tolo, então não ia ser uma boa ação, ia? Luke me divertiria e seria um degrau a mais na escada que me leva ao céu. Adoro fazer boas ações. 

Me aproximar do gêmeo bonzinho não fora lá das coisas mais difíceis. Não pra quem tem um rostinho angelical como o meu. Fora que, na época, eu era meio nova em Durmstrang. Quase ninguém conhecia a Hazel escondida pelo disfarce amigável. Quase. Então banquei a amiguinha, a típica garotinha sem sal nem açúcar que precisava ser salva. Só se fosse dos diabos d'alma, mas esses eram muito bem vindos. E aí colou. Peguei. O beijo era bom, a pegada era gostosa, mas ele já não era mais tão emocionante. Até eu descobrir que Lola, a irmã mais velha de sardinhas na face, estava afim dele. Pegando, na verdade. O diabinho estava brincando de pega pega com duas irmãs. Aquilo foi o entusiamo do ano letivo inteiro. 

E agora estou aqui, com o corpo colado ao seu e desfrutando de beijos gostosos e de mãos bem posicionadas. Sorri entre o beijo. A aquela altura, o coitado já sabia que eu não era nenhuma coitadinha. Uma de minhas mãos seguravam firme em sua nuca, trazendo seu rosto com firmeza aos meus lábios - ele não escaparia - e a outra estava espalmada em sua barriga. Aproveitei para empurrá-lo contra a parede mais próxima. Acabamos colidindo com uma armadura. O som de metal rangendo se fez mais alto, seu timbre estridente arrepiando minha pele. Prendi o lábio inferior do mesmo com meus dentes, lambendo-o. Aquela pausa foi útil para recuperar o fôlego. - Ia encontrar alguém, querido? Questionei, voltando a beijar seu pescoço.

OFF: Postagens pausadas. Não encham nosso saco. Flw vlw.
TAGGING, OUTFIT, NOTES ETC.




A pretty face can hide an evil mind. -A
avatar
Hazel Kahn Bulwer-Lytton

Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/05/2015
Idade : 15

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria das Armaduras

Mensagem por Lola Van Rousseau em Sab Maio 23, 2015 9:45 pm


Me mantive quieta, atras da porta, enquanto os observava e ouvia atentamente a cada palavra que os dois conversavam. Em meio a suspiros baixos, convenci a mim mesma de controlar a minha vontade de entrar por aquela porta e atrapalhar oque quer que aquilo fosse. Por fim, decidi esperar um pouco mais para ver quais rumos as coisas tomariam. Assim que vi as mãos de Luke percorrer o corpo dela, e ambos os lábios selarem um beijo, soube que não aguentaria mais ficar parada ali sem fazer nada.

-É claro que ele aguardava alguém, ou melhor - Estalei o dedo - Uma qualquer, como você, que levantaria a saia pra ele na primeira oportunidade. - Uma gargalhada alta saiu de meus lábios, enquanto adentrava a sala, batendo palmas, e chamando a atenção de ambos. - Patéticos. - Cuspi as palavras, enquanto fuzilava Luke com o olhar. Senti minhas entranhas queimarem e um súbito calor, gerado pela raiva, percorrer meu corpo. Naquele momento tudo oque eu queria era voar em cima da Hazel e deixar ela careca e, em seguida, repetiria o processo com Luke, mas não o faria, por enquanto.

A reação de ambos, embora demonstrassem surpresa, não pareciam estar nem um pouco assustados. Naquele momento questionei a mim mesma se havia alguma possibilidade de aquilo já ter ocorrido outras vezes, mas a julgar pela carne fraca de Luke e a falta de vergonha na cara de Hazel, e também a conversa antes de minha interrupção... Ah, droga. Limitei-me a pensar qualquer coisa relacionada aqueles dois.

-Hazel, Hazel... Hazel. - A dirigi o olhar indiferente a ela - De verdade, algum dia, eu cheguei a acreditar que você tivesse algum potencial, mas, oh. - Forcei um tom de decepção na voz - Me enganei. - Gargalhei novamente -  Brincadeira, nunca achei que tivesse potencial algum. É normal, um casal de cheio de perfeições, como nossos pais, no meio do caminho, tinha de tropeçar de alguma forma - Apontei para ela - E olha só você aí - Disse com sarcasmo. - Logo você que me acha a... Mosca morta, não é? Pousando no mesmo lixo que eu, hm. Eu esperava bem mais de você. - Caminhei até Luke, afastando-o dela. Parei atrás dele, pousando-as mãos em seus ombros e deslizando até seu peito enquanto falava - Mas tem sorte que apesar de ter essa cara de bobo - Dei um leve tapa na cabeça dele - Ele serve pra alguma coisa... Ou muita, né Luke? - Me afastei, voltando para a entrada de porta, cansada daquele teatro bobo. - Acho que está na hora de ir e deixar vocês dois terminarem o que começaram. - Senti uma lagrima escorrer de meu olho. Maldita. - Mas antes... - Puxei a varinha com um movimento ágil e apontei para onde eles estavam - Incêndio! - Um circulo de fogo se formou em volta dos dois e eu sorri, enquanto seguia para o corredor.  


 


OFF: Postagens pausadas entre Luke, Hazel e Lola, bláh.
avatar
Lola Van Rousseau
Grifinória


Mensagens : 5
Data de inscrição : 02/02/2015
Idade : 16

Perfil Bruxo
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 6º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria das Armaduras

Mensagem por Luke Shreave O'Connel em Sab Maio 23, 2015 10:30 pm



Solitário com as armaduras ou não ?  
tags: Com as gatas X Notes: Happy X Clothes: A mesma de Sempre X Música: All The Things She Said
 

Não era bem o momento apropriado pra pensar. O meu objetivo na sala de armaduras era encontrar a melhor resolução desse triângulo amoroso. Não tenho nada a reclamar. No fundo eu me importo com as garotas, minha reputação não é das melhores e das meninas podem se agravar. Se é que elas não gostam disso, Hazel talvez, Lola já é outra história. A família Bulwer-Lytton é composta jovens donzelas com características bem diferentes. Lola e Hazel são como água e óleo. Diferentes e não se misturam. O que será que Lola vai pensar se nos pegar em flagrante ? 

É, Lola reside em mim nos momentos errados. Se é amor eu não sei, talvez a conversa com Bria tenha esclarecido um pouco as coisas e aberto meus olhos na escolha da opção certa. Se eu parar pra abrir a boca vou acabar bancando o coitadinho. Quer saber ? Vou aproveitar o resto da noite com Hazel e depois eu penso melhor. É broxante desperdiçar esse momento e largar uma garota 'do nada'. Hora de voltar para o presente. Hazel, que de bobinha não tem nada, conseguiu reverter a imagem que trouxe de fora. Quem a vê agora, não acreditaria. Ela era...quieta ou se fingia.

Empurrado contra a parede, chocamos em uma armadura. "Opa...". Hazel é um furacão.-É... bem... - Não conseguia responde-la. Senti outro arrepio ao ter o pescoço tocado por seus lábios e bem no momento do clímax...a WILD LOLA APPEARS... Engoli seco tentando não demonstrar espanto. Não tive tempo de inventar uma desculpa do tipo 'não é minha culpa' porque minhas mãos estão presas ao corpo de Hazel.- Lola... eu posso explicar... Aliás.. não posso - Típica fala de quem não sabe o que dizer e que foi pego em flagrante. A coisa piorou com a aproximação dela. Meu coração apertou e aumentara o ritmo a cada passo dado por Lola. Engasguei e não consegui responder. Minha reação ao ver o incêndio pode ser representada com :



Aqua Eructo - Brandei o feitiço apontando pro incêndio. As chamas se dissiparam aos poucos. Dei passos largos atrás de Lola, tentando a interromper no meio do caminho. - Espera... - Duas opções me vieram a mente. 1° Falar alguma coisa e impedir qualquer briga. 2° Ficar quieto e esperar a aproximação de Hazel e ver o circo pegar fogo. Infelizmente eu escolhi a segunda opção.






Thanks Panda
avatar
Luke Shreave O'Connel

Mensagens : 12
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 17
Localização : Sua casa, atrás de ti. ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria das Armaduras

Mensagem por Hazel Kahn Bulwer-Lytton em Sab Maio 23, 2015 11:18 pm

We flawless, ladies tell 'em

Quando entrei nessa confusão, meu principal objetivo era mudar o garoto. Depois, quando soube de Lola, ela se tornou o motivo principal da minha investida. Ela é fácil de irritar e isso me deixa empolgada. Mas nunca fomos um triângulo amoroso. Não tem nenhum sentimento nessa brincadeira. Tem fogo, ah, isso tem. Falando em fogo, meu corpo estava em chamas. Minhas mãos percorriam o corpo de Luke sem o menor dos pudores, e as dele faziam o mesmo, só que no meu. Estava quase arrancando-lhe a camisa, quando uma voz e um estalo chamaram nossa atenção. Permaneci com o corpo grudado no garoto, mas só até perceber que se tratava de Lola. Arrumei meus cabelos, molhei os lábios e sorri com a cara mais angelical que podia fingir. - Lola, querida, aprendeu a latir? Fingi estar completamente apavorada. - Olha só, vamos agilizar o processo porque não tenho tempo pra perder com esses mimimis. Você não dá conta sozinha, então o Luke conta comigo. E eu não levanto minha saia, linda. Ele é quem levanta. Com os dentes. Me afastei de Luke assim que a mesma tentou nos afastar. Não correria o risco de acabar com hematomas, não daquela morta. "Hazel, Hazel... Hazel." Potencial? Jura? Dei-lhe as costas, vendo minha própria imagem refletida em uma das armaduras bem polidas. - Você fala de pontencial, irmã, como se tivesse algum. Luke e eu nos encontramos há tempos. Você não consegue nem mesmo segurar um garoto, menina. Mas sabe, como a boa irmã que sou, posso te ensinar a ser menos... corna. Virei meu rosto, buscando sua cara furiosa. Assim que terminou seu drama, Lola deu uma leve choradinha, típico de garota que não se ama, e ameaçou ir embora. Luke a segurou, bancando o carente, necessitado, blá blá. - O'Connel, conte pra ela. Conte que você não quer meter guampas nela, mas não resiste a mim. Finalizei, deixando o circo pegar fogo. Aproveitei e me sentei em uma banqueta. Cruzei as pernas e desejei uma pipoca. 

OFF: Postagens pausadas. Não encham nosso saco. Flw vlw.
TAGGING, OUTFIT, NOTES ETC.




A pretty face can hide an evil mind. -A
avatar
Hazel Kahn Bulwer-Lytton

Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/05/2015
Idade : 15

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria das Armaduras

Mensagem por Lola Van Rousseau em Seg Maio 25, 2015 8:45 pm


O riso forçado que surgiu em meus lábios enquanto caminhava pelo corredor era apenas uma arma de proteção contra as lágrimas, que eu sabia que viriam, mesmo contra a minha vontade, assim que eu não estivesse no campo de visão de nenhum deles. Senti uma leve pontada no peito assim que ouvi a voz de Luke atrás de mim. Cogitei virar-me e lançar um feitiço na direção dele, ou dos dois, mas sabia que seria apenas perda de tempo. As cenas que eu havia visto há alguns segundos atrás passaram em minha mente, e naquele mesmo instante prometi para mim mesma que jamais o perdoaria. Meus olhos marejaram e eu levantei a cabeça, evitando as lágrimas.

– Não precisa vir atrás de mim, O’Connel, sei o meu caminho. – Desvencilhei-me dele e dei alguns passos para trás. Parei na parte mal iluminada do corredor para evitar que ele pudesse ver as lágrimas em meu rosto e fitei Hazel que surgia atrás dele. Esperei que ele falasse alguma coisa, mas era tão imprestável que nem pra isso ele servia. – Ele não precisa me dizer nada porque eu não quero ouvir nada que venha dele. Muito menos de você, Hazel. – Suspirei, virando-me de costas. Não agüentaria ficar mais um segundo sequer olhando para nenhum daqueles dois. – Tenham uma boa noite. – Sumi em meio a escuridão, seguindo para a comunal.


avatar
Lola Van Rousseau
Grifinória


Mensagens : 5
Data de inscrição : 02/02/2015
Idade : 16

Perfil Bruxo
Casa: Grifinória
Ano Escolar: 6º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria das Armaduras

Mensagem por Luke Shreave O'Connel em Seg Maio 25, 2015 10:48 pm



Solitário com as armaduras ou não ?  
tags: Com as gatas X Notes: Happy X Clothes: A mesma de Sempre X Música: All The Things She Said
 

Buguei. Deu tela azul no meu cérebro. Um vacilo foi o suficiente para dar descarga nos próprios objetivos e jogar tudo pro esgoto. Ontem o lado 'frufru' tinha tomado posse de mim e hoje o lado 'to nem ai' parece estar me possuindo. Se bem que... eu nunca consigo me despreocupar com algo por muito tempo e logo estaria me intrometendo na conversa das duas, aliás, nem vou precisar porque em alguma hora vão me enfiar na situação, eu criei tudo isso. Prossegui com a confusão. Única coisa que tenho certeza é que não sou o culpado por elas se odiarem mesmo sendo irmãs.

Então né... - Revirei os olhos. Suava frio e antes mesmo de pensar em dizer algo já gesticulava. As mãos não param, nem as pernas. É a primeira vez que estou sendo pego em flagrante ao fazer algo errado. Estou completamente sem chão. - Hazel tem razão... - Pera... o que eu estou dizendo mesmo ? É.Ela tem razão. - Lola...eu não queria... mas olha pra sua irmã - Momento inapropriado mas meus olhos bateram no corpo de Hazel e voltaram para Lola. - As duas são... irresistíveis... - Disse colocando a varinha de volta na cintura. Não sei mais como 'cagar' o momento. 

Ontem ou ante ontem ? Agora não lembro o dia exato da conversa com Bria. Deixei claro que ia pedir Lola em namoro de alguma forma especial. Me empolguei tanto que me esqueci de outro detalhe importante. Hazel. Enfim. Corri e parei bem em frente de Lola antes dela sair do lugar. - Lola... me perdoe. Até alguns segundos atrás eu fui bem estúpido. E to contando aquilo que eu disse... sobre as duas serem... irresistíveis. - Coloquei as duas mãos em seu ombro, aproximei os lábios de seu ouvido e sussurrei. - Ela foi só diversão.. eu gosto de ti, você sabe, Bria sabe, eu sei... Eu vacilei e muito. Não espero que me perdoe. Pedi por isso né... só que eu vou respeitar a sua decisão. - E a soltei, a encarando nos olhos. Por ela estar mal, acredito que vá me destruir. Literalmente.

OFF : POSTAGENS PAUSADAS.

Thanks Panda
avatar
Luke Shreave O'Connel

Mensagens : 12
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 17
Localização : Sua casa, atrás de ti. ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Galeria das Armaduras

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum