A Ilha

 :: Sarnitsa

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Ilha

Mensagem por Morsmordre em Qui Maio 07, 2015 9:10 am

A Ilha
Situada às margens do Lago que circunda a cidade, esta ilha não é muito extensa. Repleta de arvores e com poucos animais, a ilha esta sempre coberta de uma névoa mágica. Os trouxas costumam usar o lugar para festas clandestinas.
© NOVE3QUARTOS - Todos os direitos reservados.
avatar
Morsmordre
Administrador


Mensagens : 343
Data de inscrição : 31/01/2015

Ver perfil do usuário http://nove3quartos.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Morsmordre em Dom Maio 10, 2015 8:09 pm

Festa Clandestina
Separe sua melhor roupa, pegue sua bebida, aumente o som, pois a festa começou!!!! Além de bruxo, temos trouxas, tudo junto e misturado nesta ilha perto do vilarejo trouxa!!! Cuidado com o que falam e fazem!

Obs.: Mortes não serão permitidas!
Fim da festa: 17/05/2015
© NOVE3QUARTOS - Todos os direitos reservados.
avatar
Morsmordre
Administrador


Mensagens : 343
Data de inscrição : 31/01/2015

Ver perfil do usuário http://nove3quartos.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Curtis Shreave O'Connel em Dom Maio 10, 2015 10:46 pm




 

Party hard...

Curtis nunca fora um garoto de recusar boas festas, regadas a bebida ilegal e garotas longe de estarem verdadeiramente sóbrias. E essa nem de longe seria a primeira vez que o faria. Desde que recebera o convite para a ocasião sabia que teria um ótimo dia, e já fazia tempo que necessitava daquela escapatória. A rotina escolar, repleta de monotonia, chegava a estressa-lo absurdamente. Antes mesmo de encontrar companhia feminina, separou sua melhor roupa e foi comunicar ao seu irmão sobre a novidade. Os dois jamais perderiam aquela festividade. Seria no mínimo interessante, um bando de bruxos se misturando aos reles trouxas do local. Daria tudo para estar no sétimo ano e pregar uma pegadinha em qualquer um deles, mas infelizmente ainda lhe restava um ano. Oportunidades é o que não lhe faltariam, por isso aquietou-se e desistiu daquela maquiavélica ideia. Caso fosse pego no flagra, provavelmente seria expulso de Durmstrang. Faltavam poucas horas para a festa se iniciar, então era hora de começar os preparativos. O garoto não precisava de muito tempo para se arrumar de fato, porém organizar bebidas alcoólicas em pequenos frascos a serem escondidos não era a tarefa mais fácil. Na maioria das festas que comparecia, ele e o irmão levavam consigo alguns frascos das melhores bebidas possíveis. Não se assemelhava a nenhum tipo de contrabando, era mais uma espécie de estoque particular que compartilhavam apenas com um seleto grupo. - Se eu demorar muito, desça e avisa os caras... Creio que não possa partir sem terminar nosso trabalho primordial bro.

Assim que terminou de guardar os frascos em um bolso secreto, colocou a varinha em um local que nenhum bruxo presente pensaria em procurar. Toda cautela era pouca, visto que mesmo em local publico e lotado poderia haver algum comensal da morte a espreita. Saiu do dormitório, encontrando Luke já perto da entrada principal do castelo. Lá estavam também outros alunos de VÖLSUNGA, apenas esperando a chegada de Curtis para partir. A ilha, muito bem situada por sinal, permanecia as margens do lago que circundava a cidade de Sarnitsa. Não tinha grandes proporções de terra,  é verdade, mas com certeza era um bom lugar para se festejar em grande estilo. Colocou seu melhor sorriso cafajeste no rosto, ajeitou a roupa bem alinhada de verão e seguiu para o meio da festividade. Muitas pessoas se embebedavam, algumas até se arriscavam a virar um litro inteiro de cerveja. No entanto, o que lhe chamava mais a atenção eram algumas mulheres apenas de biquíni, que dançavam perto de um tipo de fonte improvisada. Os trouxas sabiam mesmo como chamar a atenção, e a clandestinidade tornava tudo mais emocionante. Uma mesa, repleta de comes e bebes, encontrava-se enfeitada com flores e frutas tropicais. - Eu cai no paraíso, e não sabia? - Sibilou Curtis, achando tudo muito bem organizado. Só não achava melhor que as festas escondidas que organizara por conta própria em Durms.

Com certeza estava tudo, até o dado momento, imperando para que o garoto se divertisse em demasia. Sorrateiramente pegou um dos frascos e misturou ao ponche de cor vermelha, que curiosamente não continha grande proporção alcoólica, como ironicamente esperava. - É sempre bom trazer um desses comigo. - Disse vagarosamente, se vangloriando da brilhante ideia dos frascos. Não era de hoje que os levava consigo. Aquele arranjo todo se iniciar quando os gêmeos foram a sua primeira festa adulta, aos quatorze anos de idade. Instantaneamente a memoria daquele dia tomou conta de seus pensamentos, e o garoto, da maneira mais espontânea possível, começou a rir daquilo tudo. A música alta, começava a chama-lo para a pista de dança, mas antes de fazê-lo terminou de bebericar aquela mistura média de vodka com ponche. Sua garganta queimou rapidamente, enquanto o liquido descia rasgando. Aquela sensação lhe era revigorante, por isso foi impossível não sorrir mostrando toda a arcada dentária. Arrastou-se até o que parecia ser a pista de dança, e começou a seguir o ritmo eletrônico que tocava. Quem comandava o som estava mandando muito bem, ele poderia ficar ali o dia todo que não se cansaria. Quando a música acabou, voltou em direção a mesa, acendendo um cigarro. Fechou os olhos, ouvindo o som da maré. Aquela brisa batendo em seu rosto era calma, e acabava trazendo de volta a fumaça. Estava decidido a mudar de lugar, quando avistou por perto Evelyn. Não sabia que a garota também apareceria, mas ficou feliz em vê-la ali. Seguiu seus passos e colocou a mão em seu ombro, puxando-a  de imediato para mais perto. - Ora ora, vejamos quem decidiu aparecer por aqui!




Última edição por Curtis Shreave O'Connel em Seg Maio 11, 2015 11:36 pm, editado 2 vez(es)




you can't be the hero when you're the weak
avatar
Curtis Shreave O'Connel

Mensagens : 16
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 19
Localização : Durmstrang

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Meera Lië. Höchimbleaumex em Seg Maio 11, 2015 2:01 pm

H
ow To Be
A Hearbreaker
this is how to be a heartbreaker, boys they like a little danger, we'll getting fallin' for strangers, a player, singing i love you, at least i think i do.
Evelyn andava de um lado para o outro, no dormitório de Valkyrie, com saudade de seus irmãos, Remy, Jenny, Zoe e Sebastian. Deu de ombros, um tanto entediada, lendo cartas de seus irmãos, principalmente as de Remy . A maioria das cartas eram reclamações sobre a bagunça dos irmãos. Evelyn riu consigo mesma, era a que era mais mimada, as vezes e sempre que podia, ia com Remy, escondida de Jenny, ajudar las nos trabalhos. Continuou lendo as cartas, até chegar em uma de Sebastian. Ela não sabia se lia ou queimava, enquanto lia a carta. Aquilo a irritava muito. Contou mentalmente até mil, suspirando. É irmãozinho, parece que tudo anda... Uma festa não? Fechou a carta, começando a ler a carta de Zoe.  Deu de ombros, não lendo a carta, pois tinha um palpite sobre o que a carta falava e não tinha interesse em saber das aventuras amorosas desastrosas da irmã. Era seu último ano naquela maldita escola, ela odiava Durmstrang. Por que não me colocaram em Beauxbatons? Eu odeio essa escola... Bufou raivosa, lendo agora, um convite que recebera. Festa? Ótimo, eu amo festas. Sorriu e andou até seu malão procurado alguma roupa que ao menos, gostasse. Sorriu, quando achou indo para seu banheiro.

As alunas de Valkyrie que já estavam prontas, Eve via pela janela. Ela estava sozinha, por sorte. Colocou seu vestido, o salto alto, fez uma maquiagem leve e arrumou seu cabelo. Se encarou no espelho sorrindo. Estava satisfeita. Deu de ombros, pegando sua varinha e se encarou mais uma última vez. Correu um tanto apressada. Correr de salto é uma merda, mas apenas eu devo fazer isso... Sorriu vitoriosa, ao se ver com as outras alunas. Todas as alunas mais velhas e que já sabiam aparatar, aparataram com as alunas mais novas que não sabiam aparatar ainda para Sarnista, a ilha para ser específica. Ela sorriu satisfeita, vendo se na ilha. Guardou sua varinha, vendo várias pessoas, bruxas e trouxas. Vários rapazes, várias moças. A bebida naquela festa era muita. Tocava algumas músicas interessantes e algumas pessoas dançavam, ou tentavam. Ela andava pelo o salão, enquanto pegava uma taça de margarita, tomando um pequeno gole. Ela se divertiria, um pouco ao menos.

Ela enquanto andava, acabou indo para a pista de dança com sua taça de margarita  em sua mão. Tocava Summer, de Calvin Harries. Ela dançou um pouco, tomando mais um gole de sua margarita, se sentando em um canto. Depois de se sentar, começou a mexer em seus cabelos entediada. Quantas pessoas hm... Gostosas, até. Acho que posso me divertir um pouco. Ah bosta, eu estou bêbada... Sentiu o efeito da bebida, desvair um pouco de seu corpo. Se levantou, começando a andar com calma, a primeira pessoa que lhe chamava a atenção, mesmo que a distância, era Curtis. Sinceramente, Evelyn o achava legal, uma boa companhia para se ficar com uma ressaca das bravas. Ela também o achava um tanto convencido algumas vezes. Ele era um ano mais novo que Evelyn, mas sem dúvida quando os dois se juntavam, faziam besteiras impossíveis e irreais. Enquanto andava, tinha a sensação de ser seguida, mas sentiu um par de mãos FORTES, sem dúvida. Ela duvidava que aquela noite seria tranquíla. As mãos a pararam e a puxaram para perto. Ela se assustou, mas sua expressão de pânico passou para a raiva no mesmo segundo, vendo Curtis. Para que não caísse, Eve pôs as mãos nos ombros de Curtis. — Olá, Curtis. Você achou mesmo que eu não viria? — Ela riu com escárnio. — Querido, não é só você que não perde uma boa festa. Se tiver uma boa festa, caso apareça. Não precisa ficar se perguntando se eu vou, claro que irei. — O sorriso venenoso de Evelyn era evidente. — Vamos, você esbarrou em mim, então vamos dançar. — Evelyn não esperou o rapaz protestar ou falar qualquer coisa, tirando as mãos dele de seu ombro e as suas do ombro dele, pegando uma das mãos, o levando para a pista de dança.
With: Curtis O'Connel
Clothes: Click Here!
Where? At The Party
Listen: How To Be A Heartbreaker - Marina And The Diamonds




So, Strike A Pose, And Make Me Your Queen, Love.
avatar
Meera Lië. Höchimbleaumex
Corvinal


Mensagens : 52
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 19
Localização : Algum lugar -v-

Perfil Bruxo
Casa: Corvinal
Ano Escolar: 6º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Catharina H. Dellacroix em Seg Maio 11, 2015 4:23 pm

Era super legal, a primeira festa que a jovem Dellacroix iria, já havia tentado ir nos outros anos em que estava em Durmstrang, porém a sua personalidade antissocial e estranha não a deixava ir, ano passado até foi uma festa porém acabou sendo humilhada (coisa que ela preferia nem lembrar ) e excluída por todos, felizmente ela não recebeu um banho de sangue como Carrie a estranha, Catharina Dellacroix era uma garota totalmente tímida que preferia nem estar ali, era  muito difícil para a francesa ser uma das poucas mestiças naquele instituto e todas aquelas pessoas tão más não pareciam ser nem um pouco convidativas, 
''Você consegue sobreviver a esse lugar Dellacroix, você já está no penúltimo ano desse instituto, logo você sai desse inferno'', Catharina olhei no espelho e já estava analisando a  roupa que ela estava vestindo, um vestido azul de renda com uma manga curta cujo o comprimento vai até o joelho, um salto alto azul bastante delicado, pulseira de coração azul, colares românticos prateados, brincos pequenos e delicados, uma bolsa com alça, maquiagem neutra e nude bastante recatada para os padrões da Nibelung do sexto ano, com passos lentos e calmo ela chega a festa feliz e ansiosa, mal podia esperar o que ia acontecer, como era de se esperar ela estava sozinha enquanto via os jovens se embebedando, ao menos ninguém estava tirando o sarro da garota de cabelos longos e olhos castanhos e bonitos.

Roupa:

OFF:Quem quiser pode interagir comigo


Última edição por Catharina Dellacroix em Ter Maio 12, 2015 4:47 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Catharina H. Dellacroix

Mensagens : 18
Data de inscrição : 09/05/2015
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Curtis Shreave O'Connel em Seg Maio 11, 2015 11:33 pm




 

Party hard...

Cada milimétrico detalhe presente na festa conseguia prender a atenção de Curtis, que se via contente com os pormenores paradisíacos do local. Àquela junção do útil ao agradável só podia ser expressa por uma única palavra: perfeição. Música alta e dançante, bebidas com teor alcoólico acima do aceitável, um pedaço do paraíso preso entre os lábios. Não poderia ter imaginado nada melhor até então, a não ser que em algum momento pudesse de fato gozar dos trouxas despercebidamente, utilizando-se de qualquer feitiço bobo. Dispersou os pensamentos, que apesar de engraçados atrapalhavam sua visão, e voltou-se para a garota a sua frente. Aparentava certa confiança, e liberdade em demasia. Parecia estar um tanto quanto mudada de um ano para o outro. Talvez isso se devesse ao seu último ano, pois logo a garota estaria livre e Curtis sabia o quanto a mesma odiava Durmstrang. - Eu sei que você me adora linda...

Por um lado era uma pena, mas sabia que ela se sentiria mais feliz assim. Com toda certeza sentiria saudades de importuna-la com suas frases fajutas e seu temperamento por vezes egocêntrico. Sabia o quanto isso a irritava, e adorava fazê-lo. Fora por esse seu jeito que os dois acabaram tornando-se mais próximos com o tempo. Sem que garota percebesse, observou-a de cima abaixo. Estava realmente bonita, e com ares de quem queria aprontar. E é claro Curtis se juntaria a ela, independente do plano. - É, na verdade eu tinha certeza que viria... Mas não sabia que iria encontra-la tão bem assim! - Sussurrou em tom cafajeste, dando uma piscadela para a garota. Riu baixo por alguns segundos, e voltou a fita-la. O clima encontrava-se estranho, não sabia se ela lhe despejaria um tapa ou se o agarraria. Aqueles olhos misteriosos o confundiam. - Wow, você caiu em um pote de ácido hoje, bebê? - Tagarelou ironicamente, fingindo estar um pouco ofendido com o tom da garota.

Rapidamente retirou do bolso de sua calça um segundo cigarro, sendo esse de conteúdo mais forte. Acendeu-o com seu isqueiro todo pintado de azul e vermelho, soltando a primeira fumaça perto do pescoço de Eve, depositando ali em seguida um beijo. - É bom saber que terei companhia, mesmo que os caras decidam não aparecer. - Sibilou, antes que fosse bruscamente arrastado até a pista de dança. Não reclamaria de ser chamado para dançar, pois a música era boa demais, porém quase torcera o pé três vezes com a velocidade com que Evelyn o arrastava. - Já te disseram que você é um poço de delicadeza? - Concluiu na cara dura, recebendo uma fuzilada mortal. Colocou os braços para o alto, sinalizando que gostaria de se render, e então a puxou para mais perto. Instantaneamente segurou uma das mãos da mesma, enquanto com a outra fumava seu pequeno baseado. Olhou-a de esgueira e resolveu oferecer seu paraíso ambulante. - Aceita, pequena?  - Perguntou em seu tom mais dócil, estendendo a mão que segurava o cigarro pela metade. 






you can't be the hero when you're the weak
avatar
Curtis Shreave O'Connel

Mensagens : 16
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 19
Localização : Durmstrang

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Nicholas Höwer Ainsworth em Ter Maio 12, 2015 5:12 am

words: xxx
tagged: xxx
location: xxx
humour: xxx
Party hard
O dormitório de Völsunga estava praticamente vazio, sendo preenchido por apenas um corpo imóvel, entorpecido pela maconha que fumara e pelo pó que cheirara. Bem, esse corpo sou eu. Devaneio longamente sobre como os tetos eram feitos, até virar a cabeça para o lado e ver uma carta em cima da mesa de cabeceira. Levo minha mão direita até ela e trago para mim, abrindo a carta com a esquerda. Puxo de dentro um papel todo enfeitado, onde dizia sobre uma festa de trouxas. Tsc... Trouxas. penso. Fecho meus olhos e reflito se deveria ou não ir a tal festividade, logo decidindo que deveria. Por que me negar à uma diversão, bebida e grana? É claro que eu ia traficar lá também.

Levanto-me da cama, cambaleando um pouco, abro meu malão e procuro por algumas roupas decentes para festas, decido por uma bermuda jeans clara, uma camiseta branca e uma camisa xadrez por cima, além de um relógio, e meus costumeiros all-star. Penteio meu cabelo de modo a formar um topete. Olho-me no espelho que tinha na parte de cima do malão, sorrindo para minha boa aparência. Gostoso, sexy, irresistível... sussurro para mim mesmo, logo percebendo o quanto isso era estranho. Procuro também no malão, os saquinhos de pó e maconha, encontrando-os logo e saindo do dormitório, logo após ter fechado e trancado o malão, logo colocando a varinha em um bolso interno da bermuda.. Hoje é dia de tráfico e diversão, neném. 

(•••)

Chego logo na festa, com um sorriso aberto e as mãos nos bolsos, uma leve brisa atinge meu rosto, fazendo com que eu estreite os olhos. Aquilo parecia bem animado. Garotas de biquíni, margaritas, cerveja, tequila e tudo o que há de bom. Chego à mesa de bebidas pegando uma lata de mountain dew, logo avistando uma garota sozinha. Ela era bela, acho que poderia ajudá-la a encontrar um boy magia, até eu estava precisando de um. Vou até ela, abrindo a lata de cerveja e tomando um gole, logo falando:
- Olá, como vai? Me chamo Nicholas. O que faz uma bela e jovem garota sozinha numa festa dessas?




White bitch down slugs, and gangstas faint -------------✖️
avatar
Nicholas Höwer Ainsworth

Mensagens : 128
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 20
Localização : Hogwarts sz

Perfil Bruxo
Casa:
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Catharina H. Dellacroix em Ter Maio 12, 2015 5:56 am

Catharina Heinz Dellacroix estava aproveitando a festa na temerosa ilha,  sabia que a qualquer momento ocorreria o atentado mais perigoso de Durmstrang, aquele instituto a dava calafrios, o único lugar que ela realmente se sentia bem é a biblioteca, lá os valentões intimidadores não atacavam a mestiça, ela continuava só até que um rapaz do mesmo ano que o dela e da casa de Vöslunga, os dois quase nunca se falavam, ela achou estranho a aproximação do garoto que logo disse que se chamava Nicholas e para a morena o aluno que era do mesmo ano que o dela e ele a elogiou, o garoto a chamou de bela e a jovem gostou disso e não ficou com as bochechas coradas como de costume, após isso ela se apresentou:
-Sou Catharina e estou observando a festa sozinha, e você ?
avatar
Catharina H. Dellacroix

Mensagens : 18
Data de inscrição : 09/05/2015
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Logan Höwer Ainsworth em Ter Maio 12, 2015 12:57 pm

Tédio. Era tudo o que eu conseguia sentir naquele momento observando  o teto, deixando que um suspiro escapasse pelo meus lábios virando-me para a direita e percebendo alguns alunos da mesma casa que eu se arrumando comentando de uma festa em uma ilha próxima há Durmstrang.

Meu corpo ainda estava cansado da viagem que eu havia enfrentado para chegar ao lugar, mas apesar de tudo aquilo, eu via ali a chance de talvez me enturmar com algumas pessoas e quem sabe aprontar algumas na festa, fui em direção ao banheiro tomando um rápido banho e me arrumando com uma camiseta de manga longa preta, calças jeans pretas e um tênis não muito chamativo.

Não gostava de chamar muita atenção, pelo contrário, sempre me encontrava sozinho e parecia que está séria apenas mais uma noite ao qual iria passar sozinho no meu canto, bebendo e quem sabe aprontando algumas. Havia caminhado por um tempo, logo avistando de longe a festa que ainda não possui muitas pessoas. Parei, logo olhando para mim mesmo e pensando "O que estou fazendo aqui mesmo?" Questionei a mim mesmo, voltando a caminhar até as bebidas e pegando um copo para mim, olhando em volta e percebendo Nicholas acompanhado de uma garota um tanto atraente.

Vagarosamente me aproximei deles com passos calmos, logo dando um pequeno sorriso bebericando a bebida que estava no copo falando.- Olá, Nicholas. Oi moça- disse fitando os olhos da menina, ainda com aquele sorriso em meus lábios, levando o copo até meus lábios e voltando a beber da bebida falando.- Estava entediado também? Ah! Qual seu nome, senhorita? - disse antes mesmo que o Nicholas me respondesse olhando para a mesma esperando a resposta dela.  


Logan H. Ainsworth
I know nothing of sweet words or eloquent speak, if I say anything pleasing to you, its because you bring it out in me.
❝❞

avatar
Logan Höwer Ainsworth

Mensagens : 33
Data de inscrição : 05/02/2015
Idade : 21

Perfil Bruxo
Casa:
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Catharina H. Dellacroix em Ter Maio 12, 2015 1:13 pm

Enquanto conversava animadamente com Nicholas eis que chega um garoto também sangue puro, provavelmente não tinha tantos mestiços quanto ela estava esperando, o garoto era lindo, alto, pele morena, cabelos castanhos, olhos pretos, era o sonho de qualquer menina, mas Catharina sabia que sangues puros não se misturavam e na festa existiam garotas que se destacavam mais do que ela, quando o garoto misterioso falou com Nicholas ele a fitou com um belo sorriso enquanto bebia alguma bebida alcoólica e perguntou o nome dela e a francesa rapidamente respondeu:
-Catharina e o seu ?
avatar
Catharina H. Dellacroix

Mensagens : 18
Data de inscrição : 09/05/2015
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Logan Höwer Ainsworth em Ter Maio 12, 2015 1:39 pm

Ouvi a voz da menina que estava a se apresentar para mim, logo terminando o resto da bebida e colocando o copo em cima da mesa para responder a garota.- Verdade! Esqueci de me apresentar, Logan. Prazer em conhece-lá, Catharina.- Disse coçando a cabeça olhando para Nicholas que ficara em silêncio no canto dele, logo bocejando enquanto observava a menina.- Será que se importam se eu me juntar a vocês? Bem... Ao contrário do Nicholas, creio não conhecer ninguém aqui.- Rolei os olhos, logo voltando a fitar a menina esperando alguma resposta por parte de algum deles. Uma sensação estranha percorreu meu corpo, tudo aquilo era novo para mim. Um vento gélido bateu em meu rosto trazendo um pequeno arrepio que percorreu toda a extensão de meu corpo ainda aguardando a resposta deles, um tanto curioso com o que responderiam.


Logan H. Ainsworth
I know nothing of sweet words or eloquent speak, if I say anything pleasing to you, its because you bring it out in me.
❝❞

avatar
Logan Höwer Ainsworth

Mensagens : 33
Data de inscrição : 05/02/2015
Idade : 21

Perfil Bruxo
Casa:
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Catharina H. Dellacroix em Ter Maio 12, 2015 1:49 pm

O garoto logo se apresentou bastante educado como algum cavalheiro , "Espero que ele não esteja me iludindo sendo tão educado" , a mestiça sorriu com seu pensamento e logo ele bocejou, o que era sinal que a festa estava horrível, logo Cat diz feliz:
-Sem problemas pode se juntar a nós-
Ela sabia que o Nicholas iria dizer a mesma coisa, afinal o Logan também não conhecia ninguém naquela festa na ilha que estava começando a chegar muitas pessoas.
avatar
Catharina H. Dellacroix

Mensagens : 18
Data de inscrição : 09/05/2015
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Jenny B. D. Hadley em Ter Maio 12, 2015 3:03 pm



You're real pretty...
Ilha . Lauren . vestindo isso

Como todos os finais de férias, Evelyn havia arranjado mais uma de suas festas loucas e irresponsáveis para ir. Ao receber a ligação de minha irmã revirei os olhos, não sabia o porque ela ainda me convidava sabendo que eu não iria. As horas se passaram e eu estava com Buch, um dos meus amigos e enfermeiros do hospital vendo mais um dos filmes de terror trouxa que ele tanto gostava quando me peguei pensando nas caçulas da família, em uma festa, completamente sozinhas e fazendo coisas irresponsáveis com pessoas irresponsáveis. Um longo suspirou saiu de minha boca e então decidi me arrumar para ir até a festa para que, caso fosse preciso, arrasta-las a força para casa.

[...]

Ao chegar naquele ambiente decorado e cheio de jovens entusiasmados meu corpo estremeceu, aquele lugar realmente estava lotado. Fui andando com passos lentos por entre as pessoas evitando ao máximo o contato físico com elas até que um jovem, talvez um pouco mais velho que eu me ofereceu um copo de bebida. Respirei fundo e mordi o lábio inferior, parte de mim ordenava que eu recusasse mas ainda sim aceitei. Ao tomar o copo em mãos dei um gole e o gosto forte do álcool fez minha garganta estalar e tossir um pouco, porém voltei a procurar Teresa e Evelyn. A batida da música alta entrava dentro da minha cabeça a fazendo tontear ao se ligar com os goles cada vez mais profundos que dava na bebida provavelmente batizada com mais de uma bebida alcoólica que havia em mãos. Frustada por não achar nenhuma das duas me afastei da multidão indo rumo a uma fogueira aonde alguns jovens, provavelmente trouxas se reuniram para conversar e usar drogas. Estava quase perto dos mesmos quando uma pessoa chamou minha atenção. Não conhecia a garota, mas já havia visto ela em nossa casa junto com Evelyn e Teresa, deduzi então que eram amigas. Me aproximei dela (Lauren) e com um sorriso tímido a cumprimentei. — Oi... Eu sou a Jennifer... Hadley! Acho que você conhece minhas irmãs... Teresa e Evelyn... Estava a procura delas mas, acho que dessa vez elas conseguiram me dar um perdido! — Sorri de forma sem graça olhando para a grama — Você por acaso não sabe aonde elas estão... sabe? — Questionei com um tom esperançoso enquanto tentava organizar meus cabelos que o vento leve insistia em bagunçar.







jennifer burton dibord hadley
queen of darkness and heir of hadley's empire

  
avatar
Jenny B. D. Hadley

Mensagens : 21
Data de inscrição : 08/05/2015

Perfil Bruxo
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Abby Bjørhmadev Ahlë em Ter Maio 12, 2015 3:45 pm


Nice to
 meet you, where you been?


E
nquanto me arrumava para a festa, Teresa não parava de falar de um garoto aleatório que havia transado na noite passada. Chegamos ao local seguidas de Evelyn, que demorou mais que uma lesma para se arrumar e ainda deu um perdido depois que entrou na casa. Após algum tempo, Teresa entrou na casa procurando por Eve, deixando-me sozinha no lado de fora. Ao ver a irmã das garotas se aproximar bufei e joguei o cigarro no chão, pisando nele e fingindo ser a anja das duas santas do pau oco. – Sim, me lembro de você, e do interrogatório também. – Murmurei e encarei a loira. – Infelizmente o capeta está transando na casa e a fake santinha foi procurar a irmã. – Uma menina passava perto de nós segurando uma garrafa de vodka com sabor, aproximei-me da garota e tirei a garrafa de sua mão, dando alguns goles. – Quer? – Ofereci a Jenny, quando voltei para perto dela.


#Jenny #Vodka #Look: clique

Magic, madness, heaven, sin


I'LL  BE
GOOD I'LL BE GOOD
I thought I saw the devil, this morning Looking in the mirror, drop of rum on my tongue With the warning to help me see myself cleare...
avatar
Abby Bjørhmadev Ahlë
Lufa-Lufa


Mensagens : 44
Data de inscrição : 02/02/2015

Perfil Bruxo
Casa: Lufa-lufa
Ano Escolar: 5º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Jenny B. D. Hadley em Ter Maio 12, 2015 4:33 pm



Mother fucking princess!
Ilha . Lauren . vestindo isso

Ao ouvir a resposta da menina soltei um longo suspiro levemente irritada e espantada, meu humor havia passado de esperançoso para melancólico. Olhei em volta e depois olhei no relógio, eram uma e meia da manhã e bom, aquilo já estava ficando repetitivo, perdi a conta de quantas vezes eu já fugi de casa para correr atrás de Evelyn e Teresa, e de quantas vezes já não apareci em festas sem ter sido convidada só pra buscar alguma delas que de tanto beber não conseguiam nem dar dois passos sem cair no chão. A verdade é que, de certa forma eu entendia o fato delas quererem curtir festas, porque quando eu havia a idade elas, ou era até mesmo mais nova, fazia coisas piores do que as que elas aprontam, mas minha motivação era única e exclusivamente chamar a atenção, já que com a morte do papai, Zoe, eu e Sebastian acabamos perdendo a linha, e que o real motivo para nossa mãe ter-nos mandado para Hogwarts, uma escola em outro país fosse para que não influenciássemos as gêmeas caçulas.

Lauren me ofereceu vodka, que ela havia tomado de outra garota, respirei fundo jogando o copo que estava em minhas mãos no chão um pouco longe de mim e da garota para que não molhasse a gente com o resto da bebida que estava nele. — Que se foda, eu quero ficar louca! — Ao acabar de falar peguei a garrafa da mão de Lauren, que ainda estava praticamente na metade e virei ela na boca dando cerca de cinco goles bem generosos sem parar para respirar. Ao tirar a garrafa da boca percebi que agora a música já não vinha mais das caixas de som esparramadas por todo o lugar. Me virei para ver e então percebi que se tratava de uma banda tocando em um palco improvisado, isso me fez sorrir. Tomei mais alguns goles da bebida em minha mão e ainda sorrindo voltei a olhar a amiga das minhas irmãs.  — Bom, eu vou para perto do palco... Quanto a Teresa e a Evelyn, whatever, espero que achem o rumo de casa sozinhas! — Revirei os olhos voltando a colocar a garrafa na boca virando o resto da bebida contida nela de uma vez. Comecei a rir e então joguei a garrafa em uma árvore bem ao nosso lado, a garrafa se quebrou em um estrondo abafado e ergui minha mão sutilmente para a Lauren.  — Você vem comigo ou vai ficar aí olhando pro nada esperando um milagre acontecer?







jennifer burton dibord hadley
queen of darkness and heir of hadley's empire

  
avatar
Jenny B. D. Hadley

Mensagens : 21
Data de inscrição : 08/05/2015

Perfil Bruxo
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Abby Bjørhmadev Ahlë em Ter Maio 12, 2015 5:00 pm


Nice to
 meet you, where you been?


P
eguei na mão da garota, rindo. – O milagre já aconteceu, querida. – Um sorriso malicioso se formou em meus lábios, levei a mão à cintura da moça e guiei-a até uma pista de dança improvisada. – Você é muito melhor bêbada. – Comecei a rir e a observa-la, apesar de ser certinha e até um pouco careta Jenny era a mais bonita das irmãs de Eve, e ficava ainda mais bonita quando estava dançando. Vendo a animação dela comecei a dançar, assim que a música acabou parei e a cutuquei. – Vou pegar uns bons drinks, você quer? – Sorri tímida e sai de perto dela, indo até a mesa de drinks.


#Jenny #Vodka #Look: clique

Magic, madness, heaven, sin


I'LL  BE
GOOD I'LL BE GOOD
I thought I saw the devil, this morning Looking in the mirror, drop of rum on my tongue With the warning to help me see myself cleare...
avatar
Abby Bjørhmadev Ahlë
Lufa-Lufa


Mensagens : 44
Data de inscrição : 02/02/2015

Perfil Bruxo
Casa: Lufa-lufa
Ano Escolar: 5º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Meera Lië. Höchimbleaumex em Ter Maio 12, 2015 5:18 pm

H
ow To Be
A Hearbreaker
this is how to be a heartbreaker, boys they like a little danger, we'll getting fallin' for strangers, a player, singing i love you, at least i think i do.
Evelyn estava observando com a maior cara de pau, indiretamente, Curtis. O rapaz era impressionantemente, mais alto que ela.  Ela se lembrava das várias confusões que tinha se metido com Curtis em todos os seis anos que estudava em Durmstrang, apesar de odiar aquela a escola. A maior parte das confusões? Sim, culpem Curtis Shreave O’Connel e seu irmão gêmeo, Luke. Ela estava ocupada demais, prestando atenção na festa e na música. ‘You came into my crazy world, like a cool and cleansing wave, before I knew what hit me baby, you were flowing through my veins. I'm addicted to you, hooked on your love, like a powerful drug, I can't get enough of, lost in your eyes, drowning in blue, outta control, what can I do? I'm addicted to you’ O sorriso de Evelyn era curioso, até notar que era observada por outros. Isso a fez corar. Soltou um suspiro, ouvindo Curtis e seu elogio rindo.  — More than you ‘ll ever know, so don’t misbehave with my heart. — O sorriso era divertido. — Mais do que você jamais saberia, então não maltrate o meu coração. — Eve deu uma piscadela, sorrindo. Pensava ainda em algumas confusões que tinha se metido, o observando novamente. Ah merda, não vai sair boa coisa... Ela pensava. Suspirou, sorrindo. — A pergunta vai ser idiota, mas lá vai. Curtis, tem certeza que você é mesmo solteiro e não está mentindo para mim desde que aquela última garota te chutou porque te pegou chapado e com aquela garota... Espera. Minha irmã. — Eve bateu no ombro do rapaz com força. — Sim, ainda estou brava por ter ficado com minha irmã, a Teresa. Não me venha me dizendo que achou que era eu que não vou acreditar. — A morena disse com seu melhor sorriso de escárnio e zombaria. O que ela pensava era muita coisa à toa e confusa. Ela se sentia encolhendo, mas contou mentalmente até dez e se viu novamente ‘normal’.

A morena observava atentamente a festa, com sua taça de margarita ao seu lado. Deu de ombros, observando ainda as pessoas e o movimento, ainda ouvindo a música. Por que tudo parecia tão... Simples? Enquanto observava a festa, viu.  — Aaaaah mais que merda. Minha irmã mais velha está aqui... Me esconda pelo amor de Deus, eu achava que ela não vinha! — Revirou os olhos levemente irritada. Curtis já conhecia Jenny e Evelyn não estava afim de deixar aquela festa tão cedo, agora que começou a se divertir. — Se a Jenn aparecer não deixa ela me tirar daqui. — Ela disse um tanto tensa e irritada, observando Lauren com sua irmã e a cara de espanto de Jenn, riu baixo, e viu sua irmã gêmea, Teresa, se aproximar de Curtis e de Eve, sorrateira. — O que você quer Teresa? — Ouviu a irmã lhe falar algumas coisas e revirou os olhos. — Teresa, mil desculpas, mas sempre fico com você em festas, porém dessa vez não vou. Procure Luke, ou sei lá. Desculpe mesmo, Teresa. — Sorriu fraco para a irmã, suspirando tranquila e encarando Curtis. — O que? Eu sei não ser uma vadia quando eu quero. — Revirou os olhos. Enquanto Evelyn observava a festa, ela parecia entediada, mas ela estava atenta a qualquer evento que lhe interferisse na ótima noite que pretendia ter. Suspirou enquanto observava seu ‘acompanhante’. Riu baixo. — Já ouviu a música trouxa Take Me To Church, do Hozier? Tem uma parte da música que diz isso: ‘My church offers no absolutes, she tells me "worship in the bedroom". The only heaven I'll be sent to, is when I'm alone with you’. Bom, poderemos resolver isso de vários modos diferentes. Quer escolher um? Podem ser modos agradáveis e modos não tão... Agradáveis. — Eve piscou para Curtis, sorrindo irônica. Ela riu baixo o ouvindo falar algo sobre sua acidez e riu novamente, mas com escárnio dessa vez. — Se você não me aturasse bêbada, eu o mandaria se ferrar, agradeça por isso. E eu sou um poço de acidez em pessoa, bebê. — Sorriu simpática, enquanto o observava, pedindo uma outra margarita.

Evelyn observava Curtis tirar um cigarro de sua calça, o acender e dar uma tragada. Sentiu a fumaça do cigarro de Curtis em seu pescoço e no momento seguinte um beijo no mesmo lugar, além de um arrepio que lhe percorrera a espinha. Ela contou mentalmente até dez, pensando duas vezes. Eu não vou fazer isso, ou vou? Ah bosta, foda se, eu vou fazer e depois eu resolvo com quem tiver. Seus pensamentos eram claros e a dúvida era um fator digno, tipo quando você se culpa de beijar alguém porque está tão bêbado e não consegue lembrar de nada, mas já quis fazer. Evelyn esperou até o rapaz se afastar de seu pescoço e o puxou pela a gola da camisa que usava. — Não faça mais isso... — Disse em uma voz baixa, então o beijou. Não era tão ruim para ela, que se afastou no instante seguinte. — Dessa vez, não posso culpar bebida porque não estou tão bêbada assim. — O sorriso fraco de Evelyn provavelmente não combinava com o momento: Tinha acabado de beijar seu amigo, companheiro de festas e bebidas. Sorriu, ao lhe ouvir e riu, enquanto tirava as mãos dele de seu ombro e tirava suas mãos do ombro dele. Enquanto Evelyn o arrastava, teve de segurar o riso para que não caísse no riso ao quase ver Curtis cair umas 3 vezes, Eve supunha que tinha sido mais. Apenas sorriu irônica ouvindo a frase do rapaz enquanto andavam. — Também te amo, Curtis. — Deu seu melhor olhar mortal para o rapaz enquanto tinha um sorriso de deboche estampado nos lábios. Quando parou, viu o jovem lhe puxar para perto e segurar uma de suas mãos enquanto com outra, fumava o mesmo cigarro que antes. Eve arqueou a sobrancelha, mas não ligou muito, sabia o que era, já tinha usado mesmo. — Você ainda usa isso? — Revirou os olhos, sorrindo. — Primeiro, pequena é o tamanho da sua língua quando eu arrancar ela e dar para a Ellie. Segundo, me dê logo essa porcaria. — Pegou o cigarro da mão do rapaz, dando uma tragada, lhe devolvendo. Ela não tinha tragado muito, o bastante para lhe alterar algumas coisas. Não o suficiente para lhe deixar chapada. Soltou a fumaça na direção de Curtis, sorrindo divertida. Aquela noite, poderia ficar boa? Ela apenas observava agora, ao longe, enquanto dançava com curtis, Jenny bêbada. Isso a fez rir, ótimo! A noite melhorou.
With: Curtis O'Connel
Clothes: Click Here!
Where? At The Party
Listen: How To Be A Heartbreaker - Marina And The Diamonds




So, Strike A Pose, And Make Me Your Queen, Love.
avatar
Meera Lië. Höchimbleaumex
Corvinal


Mensagens : 52
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 19
Localização : Algum lugar -v-

Perfil Bruxo
Casa: Corvinal
Ano Escolar: 6º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Logan Höwer Ainsworth em Ter Maio 12, 2015 5:38 pm

Não sabia ao certo o que ela estava a pensar, mas com certeza estava a se perguntar como eu era realmente. Balancei a cabeça de um lado para o outro em sinal de negação, logo em seguida tentando espantar o sono que começava a cair sobre mim. Meu corpo estava exausto por causa da longa viagem até a escola, mas me recusava a dormir. A garota voltou a falar, exibindo um belo sorriso em seus lábios que era de certo modo contagiante.

Caminhei até a mesa de bebidas que estava próximo a nós, pegando meu copo e me servindo de mais um pouco de vodka em seguida observando a garota e perguntando para a mesma, tentando mostrar um pouco de gentileza.- Você vai apenas olhar, ou quer se juntar a mim?- disse, olhando para a garota e pegando um segundo copo na mesa e oferecendo para a mesma esperando que ela pegasse o copo e em seguida, colocando as mãos em minha blusa e retirando a varinha disfarçadamente, escondendo-a em meio a manga da blusa e logo apontando a varinha em direção a um dos copos em que um trouxa iria pegar e falando.-Wingardium Leviosa!- Logo em seguida fazendo um sútil movimento com a varinha percebendo o copo começar a levitar, fazendo com que o copo levitasse em volta dele, enquanto voltava minha atenção para eles.-Veio apenas você, Nicholas?- perguntei erguendo uma de minhas sobrancelhas suavemente, enquanto encarava a bebida em meu copo, bebericando um longo gole dela, sentindo-a descer pela minha garganta.


Logan H. Ainsworth
I know nothing of sweet words or eloquent speak, if I say anything pleasing to you, its because you bring it out in me.
❝❞

avatar
Logan Höwer Ainsworth

Mensagens : 33
Data de inscrição : 05/02/2015
Idade : 21

Perfil Bruxo
Casa:
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Jenny B. D. Hadley em Ter Maio 12, 2015 5:40 pm



Mother fucking princess!
Ilha . Lauren . vestindo isso

Lauren pegou em minha mão e eu entrelacei meus dedos aos dela a puxando levemente rumo a multidão. Quando ela disse que o milagre já havia acontecido arqueei a sobrancelha a fitando. Logo um sorriso malicioso tomou o rosto da garota me fazendo rir baixinho e ao sentir a mão dela em minha cintura virando o meu corpo para me levar até uma pista de dança improvisada. Comecei a dançar e algumas lâmpadas que iluminavam o local as vezes tocavam o meu cabelo fazendo com que ele ficasse ainda mais lustroso. Ao ouvir ela me dizer que eu era melhor bêbada comecei a rir. — Na verdade querida... — Aproximei minha boca do ouvido da mesma — Você diz isso porque não me conhece! — Ri baixinho voltando a dançar e quando a música acabou Lauren tocou meu ombro perguntando se eu queria um drink pois ela iria busca-los. Acenei positivamente com a cabeça e a vi indo até a mesa de drinks. Lauren apesar da pouca idade parecia ser um pouco mais velha, principalmente perto de mim já que ela era mais alta. Passei meus olhos tentando enxergar todo mundo que estava ali e parei quando Evelyn praticamente reluziu diante meus olhos. Ao perceber que ela estava fumando ergui uma das sobrancelhas rindo, ela não tinha jeito mesmo. Nossos olhares se cruzaram por poucos instantes e eu sorri virando de costas para ela, não estava a fim de dar mais uma de mãe pra cima dela, naquela noite eu não queria ter tal responsabilidade. Uma música já conhecida por mim começou a tocar. Um sorriso sincero cresceu em meu rosto, eu sabia que cantava bem, na verdade o único talento que eu possuía era voltado para música então comecei a cantar, não muito alto mas sem me acanhar — You say that I'm messing with your head, all 'cause I was making out with your friend! Love hurts whether it's right or wrong, I can't stop 'cause I'm having too much fun! You're on your knees begging please, stay with me but honestly I just need to be a little crazy! All my life I've been good, but now, ah, I'm thinking "what the hell"!







jennifer burton dibord hadley
queen of darkness and heir of hadley's empire

  
avatar
Jenny B. D. Hadley

Mensagens : 21
Data de inscrição : 08/05/2015

Perfil Bruxo
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Abby Bjørhmadev Ahlë em Ter Maio 12, 2015 5:57 pm


Nice to
 meet you, where you been?


E
nchi dois copos de cerveja e voltei para a pista de dança, escutando Jenny cantar, me hipnotizando com a voz da loira. Enquanto batia um dos copos a minha mão me aproximei dela, vendo-a virar e me encarar. – Aqui está, madame. – Murmurei enquanto entregava o copo para ela, levando uma das mãos a boca, pegando o copo que segurava com os dentes. – Você viu aquele idiota fazendo magia? Se descobrirem vai virar outra caça as bruxas. – Sussurei em seu ouvido, tomando cuidado para nenhum dos trouxas escutarem a nossa conversa. – Mas acho que seria legal me transformar em um unicórnio e dar alguns coices. – Cai na gargalhada e dei alguns goles na bebida, encarando o busto de Jenny.



#Jenny #Vodka #Look: clique

Magic, madness, heaven, sin


I'LL  BE
GOOD I'LL BE GOOD
I thought I saw the devil, this morning Looking in the mirror, drop of rum on my tongue With the warning to help me see myself cleare...
avatar
Abby Bjørhmadev Ahlë
Lufa-Lufa


Mensagens : 44
Data de inscrição : 02/02/2015

Perfil Bruxo
Casa: Lufa-lufa
Ano Escolar: 5º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Jenny B. D. Hadley em Ter Maio 12, 2015 6:14 pm



Mother fucking princess!
Ilha . Lauren . vestindo isso

Me virei encarando Lauren que me entregou um copo de cerveja e então levei ele na boca tomando um gole. Lauren aproximou sua boca do meu ouvido sussurrando me perguntando se eu havia visto um bruxo que também ali estava presente fazer magia em plena festa trouxa. Arqueei uma das sobrancelhas mas ao ouvir a piada sobre ela se transformar em um unicórnio ri. — Ah, eu jurava que se você fosse se transformar em algum animal, seria uma gatinha! Pelo visto me equivoquei mais uma vez! — Sorri erguendo o copo em minha mão em um sinal de agradecimento pela bebida e logo senti o celular no meu bolso vibrar. Tomei em minhas mãos e vi que havia recebido uma mensagem de um número desconhecido: "Saia mais de casa para festejar! Você é ótima nisso!" Olhei em volta, provavelmente era algum enfermeiro do hospital ou até mesmo alguma das minhas irmãs tirando sarro por eu quase nunca sair. Revirei os olhos e voltei o celular para o bolso sem me importar muito e então me voltei para Lauren a fitando nos olhos — Então... Você tem dezessete anos não é? — Perguntei tentando puxar assunto.  — Você parece ser uma garota bem legal... Mas se continuar bebendo assim, seu fígado não vai durar até seus quarenta anos! — Suspirei e então olhei para o chão com os olhos semicerrados. Eu estava sendo uma careta certinha novamente. Ri mordendo o lábio inferior. — Você tem razão, eu sou melhor bêbada e pelo visto não estou bêbada o suficiente! — Disse tomando mais um gole da bebida que estava segurando. — Vou ficar calada... Ou pelo menos tentar! Juro! — Ri voltando a morder o lábio inferior em uma mania antiga e olhei para o chão de forma que minha franja caísse em cima do meu olho direito de forma tímida.







jennifer burton dibord hadley
queen of darkness and heir of hadley's empire

  
avatar
Jenny B. D. Hadley

Mensagens : 21
Data de inscrição : 08/05/2015

Perfil Bruxo
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Abby Bjørhmadev Ahlë em Ter Maio 12, 2015 6:32 pm


Nice to
 meet you, where you been?


C
omecei a rir com a observação sobre o estado de meu fígado. – Dezoito, e eu bebo menos que a Tessa, pelo menos. – Ergui a cabeça dela com a ponta dos dedos, obrigando-a a me encarar. – Não tente!  Você fica muito mais fofa quando está falando. – Praticamente gritei por causa da música alta, cheguei mais perto dela e tentei puxar assunto. – Então... O que você faz da sua vida? Tem cara de cantora. – Me lembrei do comentário sobre a galinha que ela havia feito. – Ah, e eu não sou uma galinha.



#Jenny #Vodka #Look: clique

Magic, madness, heaven, sin


I'LL  BE
GOOD I'LL BE GOOD
I thought I saw the devil, this morning Looking in the mirror, drop of rum on my tongue With the warning to help me see myself cleare...
avatar
Abby Bjørhmadev Ahlë
Lufa-Lufa


Mensagens : 44
Data de inscrição : 02/02/2015

Perfil Bruxo
Casa: Lufa-lufa
Ano Escolar: 5º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Jenny B. D. Hadley em Ter Maio 12, 2015 6:49 pm



Mother fucking princess!
Ilha . Lauren . vestindo isso

Sorri fraquinho quando ela disse que eu não precisava ficar calada. Quando ela me perguntou o que eu fazia da vida ri baixinho. — Ah, eu já tive uma banda... Mas Meu pai ainda era vivo e disse que quem vive de música é vagabundo... Então virei skatista profissional! — Disse com um tom brincalhão — Brincadeira! Não é mentira, eu ando mesmo se skate e sou boa nisso, mas sou Medibruxa chefe... Torce para não ter que me ver trabalhando, porque isso significaria que estará muito doente! — Sorri passando a mão por meus cabelos e ajeitando a franja. — Então... o que mais vocês fazem para se divertirem em uma festa, além de dançar, fumar um baseado igual a Evelyn está fazendo e encher a cara até esquecerem o próprio nome? — perguntei rindo ainda a fitando nos olhos. Era a primeira vez que eu havia percebido o quanto minha vida social andava sendo lastimável, eu não sabia mais o que fazer e como agir. — Ah... Se você quiser procurar seus amigos, não precisa ficar envergonhada de me deixar sozinha! Eu tenho uma pequena noção de que, vocês vieram em grupo e que, não era nem para eu estar aqui, provavelmente a Evelyn deve ter quase pulado em meu pescoço ao ver que eu vim! — Disse dando de ombros, afinal, eu era uma deslocada e sabia que provavelmente Lauren já estava se cansando de ter que ficar de olho em mim.







jennifer burton dibord hadley
queen of darkness and heir of hadley's empire

  
avatar
Jenny B. D. Hadley

Mensagens : 21
Data de inscrição : 08/05/2015

Perfil Bruxo
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Abby Bjørhmadev Ahlë em Ter Maio 12, 2015 7:09 pm


Nice to
 meet you, where you been?


S
orri sem graça, levantando o rosto e a encarando. – Que isso! A sua companhia é boa, e a vista melhor ainda. – Dei um passo à frente, praticamente colando nossos corpos. – Eles fazem sexo, assim como a sua irmã está quase fazendo com o Curtis. Ou fazem merdas tipo soltar feitiços. – Ri e coloquei uma das mãos na cintura dela, girando-a. – Ah, e dançar pelada é uma ótima opção, já fiz várias vezes por causa do tédio. – Dei um gole na cerveja e peguei um cigarro da minha bolsa, acendendo-o com um isqueiro roxo, dei uma tragada e ofereci a garota. – Ser um anjo às vezes é muito chato.



#Jenny #Vodka #Look: clique

Magic, madness, heaven, sin


I'LL  BE
GOOD I'LL BE GOOD
I thought I saw the devil, this morning Looking in the mirror, drop of rum on my tongue With the warning to help me see myself cleare...
avatar
Abby Bjørhmadev Ahlë
Lufa-Lufa


Mensagens : 44
Data de inscrição : 02/02/2015

Perfil Bruxo
Casa: Lufa-lufa
Ano Escolar: 5º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Jenny B. D. Hadley em Ter Maio 12, 2015 7:40 pm



Mother fucking princess!
Ilha . Lauren . vestindo isso

Ao ouvir a resposta dela sobre sexo, feitiços e dançar pelada franzi o cenho arregalando os olhos. Ouvi então Lauren me oferecer cigarro, ri levantando o olhar — Está oferecendo cigarros para uma médica? — Ri pegando um cigarro enquanto ouvia ela falar sobre que ser anjo as vezes era muito chato. Coloquei o cigarro na boca e Lauren o acendeu para mim, na primeira tragada comecei a tossir freneticamente, ficando vermelha e levando a mão na boca. Me sentei na grama abraçando meus joelhos tentando respirar  — Por Merlim! Como vocês conseguem fumar isso?! — Perguntei ofegante e com os olhos lacrimejando — Vem cá! — Falei já com a respiração normalizada segurando a mão dela e a puxando para se sentar ao meu lado, tomei o cigarro que a mesma estava fumando e joguei no chão em um ato até mesmo invasivo. — Você fica mais linda sem estar soltando fumaça pela boca! — Sorri passando a mão no cabelo dela levemente colocando uma mexa do mesmo atrás da orelha.  — Não precisa de um cigarro ou de bebida pra ser interessante... Diferente de mim! — Ri lembrando que ela havia dito que eu era melhor bêbada.







jennifer burton dibord hadley
queen of darkness and heir of hadley's empire

  
avatar
Jenny B. D. Hadley

Mensagens : 21
Data de inscrição : 08/05/2015

Perfil Bruxo
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 :: Sarnitsa

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum