A Ilha

 :: Sarnitsa

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Abby Bjørhmadev Ahlë em Ter Maio 12, 2015 8:09 pm


Nice to
 meet you, where you been?


P
Mordi o lábio e baguncei o cabelo. – Campeões não usam drogas. – Um sorriso falso se formou em meus lábios e dei de ombros. – Mas eu não sou uma campeã. – Cruzei as pernas e encarei-a. – Mais um ano e minha mãe vai surgir do nada pra me obrigar a voltar pra casa e ter o mesmo destino que ela. – Murmurei e encarei a realidade, com apenas alguns drinks e dois cigarros já havia ficado chapada. – Eu preciso de mais álcool. – Me levantei e fui até uma garota morena, que estava bebericando uma garrafa de vodka. – Isso vai ficar melhor comigo, obrigadinha. – Roubei a garrafa e voltei até Jenny, dando alguns goles. – Estamos em uma ilha, quer dar um mergulho? – Sorri e encarei a moça.


#Jenny #Vodka #Look: clique

Magic, madness, heaven, sin


I'LL  BE
GOOD I'LL BE GOOD
I thought I saw the devil, this morning Looking in the mirror, drop of rum on my tongue With the warning to help me see myself cleare...
avatar
Abby Bjørhmadev Ahlë
Lufa-Lufa


Mensagens : 44
Data de inscrição : 02/02/2015

Perfil Bruxo
Casa: Lufa-lufa
Ano Escolar: 5º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Jenny B. D. Hadley em Ter Maio 12, 2015 8:31 pm



Mother fucking princess!
Ilha . Lauren . vestindo isso

Quando Lauren disse sobre não ser uma campeã abri a boca para falar mas fui interrompida quando ela me contou sobre um problema que tinha com a mãe. Arqueei a sobrancelha e já ia abraça-la quando ela levantou dizendo que precisava beber. Me levantei indo atrás dela e a vi tomar outra garrafa de uma garota. Balancei a cabeça negativamente parada com os braços cruzados enquanto ela voltava até mim me convidando para nadar. — Primeiramente... Eu fico com isso! — Falei tomando a garrafa de bebida das mãos dela e derramando o liquido todo no chão. — Você não precisa disso e não precisa ter o mesmo destino que a sua mãe se não quiser! — Ao terminar de dizer isso tomei a mão dela junto com a minha — Vem, está muito frio pra nadar, você só está com calor por causa do álcool e não vou te deixar ficar doente por causa da água gelada! — Disse enquanto a puxava para um lugar afastado do barulho. Caminhei em silêncio com ela até algumas mesas provavelmente eram utilizadas em piqueniques, a iluminação ali não estava das melhores mas ainda sim eu conseguia ver as cores das roupas dela com clareza. Puxei a cadeira fazendo-a se sentar e me sentei na mesa de frente pra ela. Sorri fraquinho acariciando os cabelos de Lauren — Escuta... Se você quiser conversar comigo... Eu estou aqui para te ouvir... Eu sou boa em ouvir sabe? — Parei de mexer nos cabelos dela e sorri de forma tímida  — Sabe... quando o meu pai morreu, eu ajudei todos os meus irmãos a superarem... Mas eu mesma, nunca superei! Sei como faz falta conversar com alguém, mas não é bebendo que você vai evitar seu problema com a sua mãe... Seja lá o que tiver acontecido ou quem ela seja... Você não precisa seguir os passos dela! Você é uma pessoa boa e tem muito potencial pelo que me parece! — Suspirei e logo sorri sem desgrudar meus olhos dela e então dei um beijinho rápido na trave da boca de Lauren em um gesto carinhoso.







jennifer burton dibord hadley
queen of darkness and heir of hadley's empire

  
avatar
Jenny B. D. Hadley

Mensagens : 21
Data de inscrição : 08/05/2015

Perfil Bruxo
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Abby Bjørhmadev Ahlë em Ter Maio 12, 2015 8:53 pm


Nice to
 meet you, where you been?


M
eus lábios formaram um bico. – Aqui é tão careta, vamos voltar pra festa! – Escorrei meus braços pela mesa, até ficar completamente jogada e virei minha cabeça para encara-la. – Se eu falar a gente volta pra festa? – Fiz uma cara triste, encarando a mesa. – Minha mãe é uma vadia, foi caçado pelo país todo por ser as trevas em pessoa e decidiu morar na merda de uma cidade pequena. Casou com meu pai que é um trouxa por continuar casado com ela e desde que eu fui pra escola de magia ela aparece uma vez por mês pra falar que eu tenho que continuar com o legado dela. – Arrumei minha franja e fui tomada pela raiva, dando um soco na mesa. – Ela é quase a Cora pra mim, ela já tentou me fazer matar uma namorada antiga, às vezes eu me sinto a Regina. – Sorri com a referência a Once Upon a Time, esperando que a garota entendesse.


#Jenny #Vodka #Look: clique

Magic, madness, heaven, sin


I'LL  BE
GOOD I'LL BE GOOD
I thought I saw the devil, this morning Looking in the mirror, drop of rum on my tongue With the warning to help me see myself cleare...
avatar
Abby Bjørhmadev Ahlë
Lufa-Lufa


Mensagens : 44
Data de inscrição : 02/02/2015

Perfil Bruxo
Casa: Lufa-lufa
Ano Escolar: 5º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Nicholas Höwer Ainsworth em Ter Maio 12, 2015 10:47 pm

words: xxx
tagged: xxx
location: xxx
humour: xxx
Party hard
A garota se apresenta como Catharina, sorrio, não era um nome búlgaro. - Noto que não é daqui, Cat. Posso te chamar de Cat, não é? - Bebo o resto da cerveja que continha na lata, logo jogando-a de lado, procurando em meus bolsos, o papel e a erva. - Se importa se eu fumar? Espero que não, pois vou fumar assim mesmo. - Falando isso, deposito o papel sobre a mesa, colocando a erva lá e enrolando o mesmo. Enrolo e acendo, me utilizando do isqueiro zippo que sempre trazia comigo, ele era como um animal de estimação. Inspiro, sentindo o leve gosto da maconha invadindo meus pulmões, e logo saindo, expiro, virando a cabeça para o lado para que a fumaça não atingisse Cat. - Suponho que a senhorita seja da casa azul, não é? Nunca te vi por entre as moças da Valkyrie. Bem, whatever. 

Logo, Logan chega, sozinho, bebericando algo. Sorrio para ele. - É, vim sozinho, mas voltar sozinho é que não volto. - Digo, mordendo o lábio inferior, conferindo todos os rapazes da localidade. - Bem, alguém quer pó, maconha...? - Ofereço aos dois, é hora do tráfico.




White bitch down slugs, and gangstas faint -------------✖
avatar
Nicholas Höwer Ainsworth

Mensagens : 128
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 20
Localização : Hogwarts sz

Perfil Bruxo
Casa:
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Catharina H. Dellacroix em Qua Maio 13, 2015 1:09 am

Logo o Nicholas começou a puxar conversa com a jovem Catharina e ela estava bastante feliz com aquilo:
- Noto que não é daqui, Cat. Posso te chamar de Cat, não é? -
-Sou da França, mas precisamente da cidade de Versalhes,  e claro que pode me chamar de Cat, Nich não é -
Depois ela sorriu alegre e pronta para a provável pergunta que a fariam e em vez disso o amigo dela começou a fumar, ela tossiu um pouco com aquele ar, mas felizmente o ar da maconha não ficou muito próxima a ela, era um milagre da natureza a Dellacroix sendo uma garota sociável depois de anos em Durmstrang, enquanto isso o Logan se encontrava bastante quieto e entretido na conversa e ela sorria bem feliz com aquilo e logo Nicholas oferece a droga que ele consumia para Catharina e para o moreno Logan, aquela noite seria muito boa para a mestiça da ''casa azul''.

-Eu recuso essas drogas-Falou educadamente Catharina que ainda permanecia bastante quieta e recatada.
avatar
Catharina H. Dellacroix

Mensagens : 18
Data de inscrição : 09/05/2015
Idade : 17

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Logan Höwer Ainsworth em Qua Maio 13, 2015 2:16 am

Escutava a conversa atentamente de ambos, percebendo o que Nicholas havia falado.- Nibelung? - comentei baixo, apenas para que eu mesmo conseguisse escutar olhando para o chão, antes de novamente levantar meu rosto olhando para Nicholas que retirava de seu bolso papel de ceda, logo arqueando uma das sobrancelhas ao ver o que ele estava a fazer.- Sério? Pensei que você tinha deixado em casa- comentei me aproximando, colocando o cigarro em meio aos meus lábios dando uma rápida tragada e se afastando um pouco da menina para que a fumaça não acertasse na mesma que havia recusado, logo olhando para o Nicholas com um sorriso.- Ah, se você está dizendo. Vai lá! Quem sabe ache alguém, Nicholas. Eu faço companhia para ela.- disse observando a mesma, esperando alguma reação dela diante toda aquela situação.


Logan H. Ainsworth
I know nothing of sweet words or eloquent speak, if I say anything pleasing to you, its because you bring it out in me.
❝❞

avatar
Logan Höwer Ainsworth

Mensagens : 33
Data de inscrição : 05/02/2015
Idade : 20

Perfil Bruxo
Casa:
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Catharina H. Dellacroix em Qua Maio 13, 2015 2:43 am

Logan estava escutando a conversa de ambos, bastante quieto segundo a doce Catharina, enquanto ele havia falado sobre a casa dela comentando bem baixo somente para ele escutar:

- Nibelung ?


-Eu sou desse dormitório de Durmstrang-Falou ela bem adorável como sempre e confirmando o nome da casa dela.

Logo Logan diz que pensou que Nicholas havia deixado as drogas em  casa, porém ao contrário do que os jovens pensavam, o  puro sangue não havia se esquecido das suas ervas e aquilo a deixou bastante surpresa e perplexa com tudo aquilo, em alguns minutos Logan já havia tragado a droga e para ele, aquilo pareceu meio estranho para Cat, porém preferiu não falar nada, afinal ele parecia tão bem daquela forma e transgredir regras seja da personalidade dele, por mais que não gostasse de drogas ela não tinha o direito de interferir naquilo, após a tragada ele se afastou da menina e logo depois ele falou para Nicholas que ele iria achar outra companhia, o que significava que ele e Catharina ficariam a sós, a francesa gostou bastante disso, o pensamento otimista dela continuava.
avatar
Catharina H. Dellacroix

Mensagens : 18
Data de inscrição : 09/05/2015
Idade : 17

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Nicholas Höwer Ainsworth em Qua Maio 13, 2015 2:53 am

words: xxx
tagged: xxx
location: xxx
humour: xxx
Party hard
- Ou ou ou, irmãozinho, eu cheguei aqui primeiro. - Digo, com a voz meio abafada pela droga que tinha entre-lábios. Observo os dois, Catharina tinha um olhar sonhador, algo de como quem queria foder hoje, Logan se mantinha parado, com uma cara estranha. Óbvio, eles iam se pegar. - Ah, foda-se. Usem camisinha, bastardos da porra. - Falando isso, afasto-me deles, parando em frente à uma árvore, que dava vista para o mar ao longe. Sorrio, sentindo a brisa, tragando a maconha.




White bitch down slugs, and gangstas faint -------------✖
avatar
Nicholas Höwer Ainsworth

Mensagens : 128
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 20
Localização : Hogwarts sz

Perfil Bruxo
Casa:
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Samantha Van Rousseau em Qua Maio 13, 2015 3:35 pm

Love Love  Love Love
Party hard


O dormitório da Valkyrie  já estava quase vazio exceto por uma garota que se encontrava jogada em sua cama olhando pensativa para o teto. Recebera mais cedo um convite para uma festa na ilha mas a garota não estava com a minima vontade de ir pôs sempre ficava sozinha em festas e isso a irritava. Alguns minutos se passaram e Samantha resolveu ir nessa festa afinal o dia estava lindo e como quase sempre estava sozinha, não tinha nada a perder.
 
 
Se levantou tomou um banho e colocou um vestido soltinho e florido acompanhado de um coturno marrom  algumas pulseiras e cordão deixaram o seu look com um ar mas fofo, seus cabelos castanhos com leves cachos caírem pelos ombros, finalizou com um batom clarinho e estava pronta para a festa.       
 
 
 
 
                         (...)
 
 
Realmente eles tinhão acertado na decoração estava tudo muito lindo com varias flores e algumas coisinhas a mais.
Caminhou por entre as pessoas e reparou haver alguns trouxas no local mas não se importou com isso, pegou uma das bebidas e correu os olhos pelo local na tentativa falha de achar aleguem.
 
 
A pista de dança estava fervendo tinham muitas pessoas dançando e a musica estava super animada, não via festa como aquela faz tempo,ela pensou em ir la se juntar as pessoas e dançar ate cansar mas viu um garoto sentado ao lado de uma arvore olhando para o mar. 
 
 
Sam não era muito de fazer amizades mas parecia que já havia visto o menino pelos corredores do castelo, e vê-lo ali sozinho lhe parecia uma ótima forma de começar uma amizade. Caminhou ate ele e se sentou.
-Oi se importa se eu sentar ? - Disse a garota já se sentando o que a fez rir da pergunta idiota.- Prazer meu nome e Samantha e o seu ?- Tomou um gole de sua bebida e encarou o mar a sua frente a vista era tao linda. Olhou para ele esperando uma resposta do mesmo que parecia com o olhar perdido no mar a sua frente.-Nick nossa nem te reconheci - Samantha gargalhou ao ver que era Nicholas como não tinha reconhecido seu irmão ? -Ando tao distraída, ta fazendo o que sozinho aqui ?- Sam disse sentindo a leve brisa pairar sobre seus cabelos, tomou mas um gole do que havia no seu copo olhou para Nick esperando resposta. 

I  


Última edição por Samantha M. Van Rousseau em Qua Maio 13, 2015 5:10 pm, editado 2 vez(es)





Samantha Van Rousseau


 
I'm still working on my masterpiece !!<<<
avatar
Samantha Van Rousseau
Lufa-Lufa


Mensagens : 35
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 17
Localização : Londres

Perfil Bruxo
Casa: Lufa-lufa
Ano Escolar: 6º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Logan Höwer Ainsworth em Qua Maio 13, 2015 3:36 pm

Festa...
Perdido por aí
Escondi minhas mãos em meus bolsos, deixando que um suspiro escapasse pelos meus lábios e, em seguida olhando para o chão e balançando a cabeça em sinal de negação.- Tão difícil, Nicholas... Só não lhe coloco para dormi, pois estamos em meio a trouxas, e bem... Creio que se me virem fazendo magia de novo, me matam.- disse, erguendo a sua mão direita e colocando sobre o seu cabelo coçando-o, percebendo ele sair dali um tanto irritado e um tanto mal humorado.

Ao ouvir a voz dele um sorriso percorreu meus lábios, olhando para a menina que estava em minha frente o vendo já um tanto longe de nós imaginando o que ela estava a pensar daquilo naquele momento logo me aproximando da mesma e oferecendo o copo de bebida para a menina após tomar um gole da mesma, tirando o gosto ruim que havia ficado em minha boca por causa do cigarro que havia fumado pouco antes.- Não ligue para ele, acho que isto é de família. Somos meio que briguentos, mas logo logo ele volta ao normal.-  disse, e em seguida dei uma pequena risada, lembrando que eu era um pouco pior que ele quando se tratava em arranjar encrencas.- Me conte um pouco mais sobre você.- disse um pouco curioso para saber um pouco mais sobre ele.





Logan H. Ainsworth
I know nothing of sweet words or eloquent speak, if I say anything pleasing to you, its because you bring it out in me.
❝❞

avatar
Logan Höwer Ainsworth

Mensagens : 33
Data de inscrição : 05/02/2015
Idade : 20

Perfil Bruxo
Casa:
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Catharina H. Dellacroix em Qua Maio 13, 2015 4:24 pm



Festa
;">


Nicholas havia saido para achar outra companhia e fumar suas drogas em paz sem ninguém o pertubar, Catharina estava ainda junto com Logan, ela não sabia o que falar, realmente a timidez dela não estava a ajudando muito, ele falava sobre Nicholas o amigo dele, a francesa não estava entendendo nada do que diziam, provavelmente era efeito da fumaça, para a sorte de Cat ela não estava perto e por tanto sem possibilidade dela começar a ter uma crise de tosse, as palavras não conseguiram sair da boca da morena e logo Logan diz percebendo o jeito como Cat encarava a situação meio confusa :
- Não ligue para ele, acho que isto é de família. Somos meio que briguentos, mas logo logo ele volta ao normal- 
Eles eram irmãos então lógico que o Logan já estava acostumado com o irmão dele e já sabia a reação de Nicholas, após ele falar isso deu uma risada que o deixou ainda mais lindo, a francesa agradeceu por esse pensamento não ter sido em voz alta e ela sabia que ele era um imã de problemas e por tanto o completo oposto da doce e certinha Henz Dellacroix, após isso o Logan pareceu bem curioso para saber um pouco mais sobre a mestiça que pertencia a casa Nibelung.


-Enfim minha família e bem pequena, tenho uma irmã mais velha Kiera, mas já faz um tempão que não a vejo-


Ela sorri de maneira adorável pensando que ela certamente estava exercendo um cargo ótimo, pelo tanto que ela se lembrava a irmã assim como Catharina adorava ler e escrever e após isso ela responde bastante tranquila e bastante tímida


-Sou bastante tímida, sou certinha e tenho uma certa facilidade para seguir regras, não me considero uma nerd mas sou bastante esforçada nos estudos, sou gentil, honesta, um pouco teimosa e prefiro ficar bastante quieta a ser notada. -


''Nossa que monólogo'' pensou Cat, mas felizmente o garoto aparentava está bem feliz com toda aquela conversa e estava sendo uma ótima companhia para a jovem e logo perguntou rapidamente e isso a deixou meio nervosa, ela nunca tinha passado pela situação de conversar com um garoto bastante lindo na festa:

-Me fale um pouco sobre você, sua personalidade, família, dormitório de Durmstrang, isto é se você quiser falar sobre isso.








Thanks @ Solaria Magnum CG


Última edição por Catharina Dellacroix em Qua Maio 13, 2015 10:22 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Catharina H. Dellacroix

Mensagens : 18
Data de inscrição : 09/05/2015
Idade : 17

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Jenny B. D. Hadley em Qua Maio 13, 2015 8:17 pm



You're real pretty...
Ilha . Lauren . vestindo isso

Após ouvir a garota dizer tudo o que havia pra dizer ri baixinho ouvindo a analogia que ela havia feito com uma serie trouxa. Olhei para trás vendo o céu estrelado refletido no lago e sorri de leve. — Bom, vamos voltar para a festa então! — Disse com um tom animado pulando de cima da mesa, pegando na mão de Lauren e a puxando de volta para a multidão. Caminhei com ela até a mesa de bebidas, aonde peguei um licor de cereja e esperei que ela pegasse algo caso quisesse beber. Olhei em volta até que meus olhos pararam em uma pessoa em específico que estava parada com um grupo de, provavelmente amigos. O copo de licor deslisou da minha mão antes que eu pudesse dar qualquer gole e caiu no chão ao lado do meu pé — Sophia? O que ela está fazendo aqui? — Perguntei para mim mesma, alto o bastante para quem estivesse perto de mim ouvir, me lembrando da última vez que havia visto aquela garota...

flash back on
Eu era aluna de Hogwarts ainda, estava no último ano e estava trocando o uniforme da sonserina pela meia arrastão e a camiseta dos Ramones. Sofia era apenas uma produtora de música, que, havia passado o mês comigo e com a minha banda e nosso primeiro CD estava prestes a ficar pronto. Minha vida estava praticamente feita, eu iria começar a me dedicar a carreira de cantora e estava quase casada com Mattiew. Era uma noite de quarta, a chuva caía fina em Los Angeles, desde que havia chegado naquela cidade não havia tido tempo de ligar ou mandar mensagem para o meu noivo, o hotel estava lotado por causa da alta temporada e só me dei conta de que havia esquecido meu celular no estúdio de gravação quando finalmente decidi avisar para Matt que eu estava bem. Peguei um táxi voltando para o estúdio, já eram quase duas da manhã quando usei a chave reserva que ficava dentro de um dos vasos das plantas da entrada em baixo de algumas pedras para entrar no lugar.

Realmente, meu celular estava em cima da mesa de som e fiquei feliz em tê-lo em mãos quando ouvi a porta do estúdio ranger ao abrir, olhei para trás e vi a silhueta de Sophia, e logo sua voz doce tomou o ambiente — Jennifer? Acho que você errou o horário, era pra você vir gravar só daqui cinco horas e meia! — Ela disse em um tom brincalhão e eu ri sem jeito — Desculpa é só que eu esqueci o meu celular... Mas é estranho você estar aqui também... — Disse erguendo uma as sobrancelhas mas logo a resposta veio. — Na verdade eu nem fui embora... Estou remixando um outro trabalho! E a senhorita não podia esperar até amanhã para ligar pros seus pais? — Ela perguntou de forma irônica me fazendo revirar os olhos — Não é para eles que vou ligar, é para o meu noivo... — Expliquei já desbloqueando a tela do celular prestes a fazer a ligação quando a voz raivosa da mulher tomou conta do ambiente — Isso liga pra ele! Aproveita e diz que a Sophia Pallas mandou um beijo pra ele! — Voltei meu olhar para a mulher de forma confusa e quando ela me deu as costas a segurei pelo braço fazendo ela virar de frente para mim. — O que quer dizer com isso? Se não quiser que eu venha aqui na parte da noite só precisa me avisar, não precisa fazer esse escândalo todo! — Suspirei de forma incrédula. — Eu quero, você não vê que eu quero?! — Ela disse de forma áspera se aproximando de mim.— Então porque essa irritação toda? — falei dando passos para trás sem tirar meus olhos dos dela.  — Será possível que você só pensa no Matt? Talvez você devesse esquecê-lo por apenas algumas horas, afinal, ele não ligou nem mandou mensagem para você desde ontem quando você chegou! Ah mas claro, ele deve estar muito ocupado com uma puta qualquer agora nem se importando se o teu avião caiu ou não! — Aquela foi a gota d'água para mim, que dei um tapa estalado do lado esquerdo de seu rosto fazendo com que seu óculos escuros, que ela usava o tempo todo, até a noite  voassem para longe. Olhei raivosa para ela que agora estava com o rosto vermelho e expressão de fúria. — Não acredito que disse uma coisa dessas! — Gritei já com as narinas infladas em um sinal de irritação — Quem você pensa que é para falar do Matt assim!? — Perguntei começando a dar tapas contínuos no seu braço o que não adiantou muito pois eu era pequena, muito pequena comparada a ela. Ela esperou meus tapas diminuírem para agarrar meus pulsos enquanto gritava — Quer parar com isso Jennie?! — Após os gritos irados ela aproximou seu rosto do meu — Não adianta me bater, me desculpe, eu não deveria ter dito aquilo! — Ela completou ainda com a voz alterada. Eu estava ofegante e ela olhou fundo em meus olhos verdes azulados. Ela se aproximou mais e pude sentir sua respiração rápida, ela olhou para os meus lábios e depois voltou a me olhar nos olhos. — Sophia?! O que você está fazendo? — Perguntei e ela se aproximou mais — Sophia?! — Ela se aproximou ainda mais e mais até que seus lábios se chocaram contra os meus, no início eu estava tentando escapar mas foi em vão, pois ela me prendeu na parede e colocou seu joelho no meio de minhas pernas. Comecei a relaxar os braços e corresponder o beijo e ela retirou seu joelho do lugar onde estava. O momento foi interrompido por um barulho e rapidamente ela me soltou olhando para porta, e logo depois me olhou. Eu estava com os olhos arregalados com a mão na boca e a outra em meu peito ofegante. Mark meu baterista olhou para mim de forma assustada e Sophia sem entender fez um momento de silêncio. Eu respirava forte e tentava sugar o máximo de ar que podia quando a voz de Mark se fez presente, gritando para que Sophia chamasse uma ambulância, pois eu possuía asma e estava tendo um ataque. Sophia entrou em desespero pegando o celular enquanto Mark correu em minha direção me mandando respirar forte e ficar acordada. A última coisa que vi antes de revirar os olhos e cair nos braços de Mark foi Sophia chorando e falando com a emergência desesperada. Acordei no hospital horas depois, mas nunca mais vi ou tive notícias de Sophia...

flash back off

Minha pele ficou ainda mais pálida ao ver aquela mulher mais uma vez bem na minha frente. Meu corpo estremeceu e voltei a olhar Lauren — O que você acha da gente procurar alguém que venda êxtase e roubar mais duas garrafas de vodka? —  Perguntei com um sorriso sínico já andando rápido rumo a pista de dança improvisada me afastando de Sophia o mais rápido que pude até chegar próxima ao palco, aonde olhei para o guitarrista que havia cabelos negros como carvão e estava completamente suado ao ponto de sua pele brilhar na luz dos holofotes do palco. O que aconteceria se voltasse aos antigos hábitos, invadisse o palco e cantasse junto com eles? Me perguntei mentalmente segurando a mão de Lauren em um reflexo irracional balançando a cabeça para me livrar dos pensamentos loucos.







jennifer burton dibord hadley
queen of darkness and heir of hadley's empire

  
avatar
Jenny B. D. Hadley

Mensagens : 21
Data de inscrição : 08/05/2015

Perfil Bruxo
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Abby Bjørhmadev Ahlë em Qua Maio 13, 2015 8:42 pm


Nice to
 meet you, where you been?


S
egui Jenny até a pista de dança, rindo pelo fato de a atitude dela ter mudado repentinamente. Assim que consegui encontra-la ao meio da multidão cutuquei-a e apontei Tessa, que segurava alguns comprimidos de êxtase e uma garrafa de champanhe. – Vou assaltar a sua irmãzinha, volto já.  – Me aproximei de Teresa com passos calmos, puxando os comprimidos e a garrafa de suas mãos. – Você é muito nova pra se drogar e beber! – Voltei para Jenny, que dançava loucamente e cantava alegre.  Fiquei apenas observando e esperando ela se virar e me notar, quando percebi que iria demorar muito me aproximei e sussurrei em seu ouvido. - Now if we're talking body, you got a perfect one. – Entreguei-a duas capsulas de êxtase e engoli as que sobraram, seguido de alguns goles de champanhe. – Todos sempre estragam a vida da Teresa, tentamos sempre torna-la santa.


#Jenny #Vodka #Look: clique

Magic, madness, heaven, sin


I'LL  BE
GOOD I'LL BE GOOD
I thought I saw the devil, this morning Looking in the mirror, drop of rum on my tongue With the warning to help me see myself cleare...
avatar
Abby Bjørhmadev Ahlë
Lufa-Lufa


Mensagens : 44
Data de inscrição : 02/02/2015

Perfil Bruxo
Casa: Lufa-lufa
Ano Escolar: 5º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Curtis Shreave O'Connel em Qua Maio 13, 2015 8:49 pm




  

Party hard...

Apesar de ser um cara esclarecido, porém misterioso, Curtis se sentia muito confuso naquele instante. Os dois sempre foram parceiro de crime, festeiros incorrigíveis... Mas isso nunca passara de flertes e indiretas amigáveis. Afinal a garota parecia não suportar suas atitudes cafajestes, e por isso sempre demonstrara que o mesmo não tinha chances. A bebida já estava fazendo efeito e ele encontrava-se em delírio total? Beliscou-se algumas vezes constatando que era tudo verdade, e não poderia estar mais sóbrio. Sorriu meio torto, gostando da nova Evelyn que se apresentava a sua frente. Aproveitaria, sem remorsos. Ele não poderia fazer nada sozinho no final das contas, não a estava forçando a nada. Prostrou-se ereto, aproximando-se um pouco mais. Não aguentaria tanto tempo diante daquelas provocações. Ela sabia mesmo como pegar no ponto fraco, em seu calcanhar de Aquiles. - Eve, Eve! Cuidado, ou eu não poderei medir meus próximos passos. - Comentou entre dentes, tentando esconder o tom animado em sua voz. Pegou um copo qualquer, de uma pessoa qualquer, e virou de uma vez só. Sua intenção era apagar o calor que sentia, mas foi impossível visto que a bebida desceu rasgando. Provavelmente acabara de tomar, nada mais e nada menos, que uma dose de absinto. A bebida dos deuses, verdinha e altamente alcoólica. - Eu nunca estive realmente namorando, Eve. As garotas que gostavam de rotular nossas relações sem meu consentimento. Nem ao menos havia pedido a outra em namoro. Já conheceu cara mais livre do que eu? Nunca perderia meu tempo com alguém que não me entendesse, e respeitasse minha liberdade. - Constatou, fechando os olhos em êxtase.

Cada palavra que dizia era verdadeira. Ninguém poderia prendê-lo, ao menos que ele se sentisse confortável com a situação... Porém isso nunca acontecerá, e as garotas adoravam dizer que estavam o namorando, apesar de serem apenas ficadas. Ele sempre terminava devido essa rotulação, e sua fama de namoradeiro acabava aumentando mais e mais, apesar de não ser verdade. Fitou profundamente os olhos profundos de Eve, segurando cautelosamente em seu queixo delicado. - No fundo você sabe que eu pensava ser você! Estava realmente bêbado, como você sabe que eu sempre fico... O coração de um bebum pode se confundir, ainda mais quando duas pessoas são tão idênticas assim. - Gargalhou, pois não lembrava-se de quase nada daquele dia. Abusara das drogas ilícitas, e acabara desmaiando no final da festa. Apenas flashs da noite vinham de vez em quando, tudo que ele sabia era o que lhe contavam. Principalmente Luke. As zoeiras foram enormes depois do ocorrido. Porém, ao olhas o sorriso de escarno de Eve sabia que a menina nunca acreditaria naquelas palavras, embora fossem muito sinceras. Bufou entristecido, dando de ombros. Se algum dia ela acreditasse, seria extremamente valido. - Na realidade eu acho que ela já te viu! Observei ela olhando para nós... Acho que ela vai deixar você se divertir hoje. - Sibilou, dando um breve aceno para a irmã mais velha de Evelyn. A garota o odiaria por isso, mas ver sua irritação era algo engraçado. Sua risada paralisou quando a gêmea da garota apareceu. Pensou que haveria briga na certa, ou Teresa fosse dar em cima... Mas tudo ocorreu calmamente. - Ei, o Luke deve estar por ali. Ele é igualzinho a mim. - Apontou para um lugar qualquer, de forma debochada. Sem delongas ela foi embora, e Curtis pode suspirar aliviado.

- Você nunca soube ser uma vadia... Como eu já disse apenas é um tanto ácida de vez em quando, mas isso faz parte do seu charme. - Comentou, dando uma piscadela logo em seguida. Aonde aquele jogo de olhares iria parar? Não demoraria muito e ele ia descobrir. Aquilo era uma indireta? Ele tinha quase certeza que sim. Mas era impossível ter certeza em se tratando da garota. Principalmente se já estivesse bêbada. Sorriu malicioso e respondeu prontamente. - Eu consigo pensar em jeitos agradáveis e desagradáveis, e ambos são bem interessantes. Pode acreditar? - Terminou a frase indagando sinceramente. Mudou sua mão dos ombros da menina para a cintura, quase que despercebidamente. Se estivesse certo havia chegado a hora. Ela parecia mais solta do que nunca, e parecia querer beija-lo. Ela já o segurava pelo colarinho. WOW, ele realmente não esperava por isso até então. Um tapa ele esperaria, mas um beijo? - Não pode culpar a bebida pelo q.. - Ele nem pode terminar a frase antes que ela lhe roubasse um beijo intenso. Curtis prosseguiu com o beijo, apertando cuidadosamente os quadris da menina. Tão rápido quanto começou, foi a maneira como aquilo terminou. Aos tropeços ele ainda pensava no que acabara de acontecer. Precisava apagar um pouco do fogo, por isso voltou a fumar. Dessa vez algo mais potente. Esperava segundos para soltar a fumaça, e isso começava a lhe dar pequenas alucinações. Às vezes chegava a ver preto e branco, e isso era legal de acordo com a vibe drogada do garoto. - Eu uso isso quando alguém tenta me tirar do sério! Não no lado negativo da coisa, se é que me entende amorzinho. - Comentou, demonstrando estar claramente se referindo a ela. - Não pode cortar a minha língua, ou ela não lhe será mais útil, e você sabe. Acho que estou precisando te mostrar quem é que manda aqui. - Disse entre dentes e puxou-a pelos cabelos, demonstrando poder. Olhando-a perigosamente antes de mordiscar lhe os lábios e beija-la pela segunda vez naquele dia, porém de forma mais feroz e que controlada por ele. 






you can't be the hero when you're the weak
avatar
Curtis Shreave O'Connel

Mensagens : 16
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 18
Localização : Durmstrang

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Teresa DiBord Hadley em Qua Maio 13, 2015 9:25 pm

party hard
T
oda festa que se preze só começava a partir das dez da noite para Tessa. Estava deitada na cama do quarto de Lauren enquanto esperava a loira terminar de arrumar-se, coisa que não parecia terminar tão cedo. Quanto tempo já havia passado desde que jogara-se ali? Duas horas? Ou seriam éons? Enrolava o cabelo num dos dedos, fixando o olhar no teto; olhou de soslaio para Laur e bufou quando percebeu que ela ainda ajeitava o cabelo. — Sim, Laur, ele tinha tanquinho. Por quê? — Revirou os olhos. É claro que Lauren era uma de suas amigas mais próximas, e por isso poderia confiar que guardaria vários segredos seus; como o fato de não ser virgem, talvez? — Não, eu não me lembro do rosto dele. Que parte do "eu estava bêbada" você ainda não conseguiu compreender? — Lauren deu de ombros enquanto contornava os olhos com rímel. Tessa levantou-se com um pulo da cama e puxou-a pelo pulso, sem se importar se estava pronta ou não. Verificou o relógio; ainda eram nove e meia. — Shit, será que a hora não passa nunca?

▲▲▲

Tudo bem, eu não vou desaparecer lá dentro, então pode ficar tranquila, ok? Já disse, eu só irei atrás da vadia da Evelyn. — Comunicou e correu para dentro da casa onde acontecia a festa, repleta de luzes neon e um cheiro de álcool tão forte que teria desmaiado se já não estivesse acostumada àquele tipo de coisa. Apertou os olhos na escuridão que se formava a sua frente, tropeçando em um ou dois pés antes de avistar o vestido claro pertencente à sua irmã gêmea; apertou o passo e a segurou em um dos ombros. Ouviu a maravilhosa saudação de Eve e resistiu ao impulso de estapeá-la, afinal, já devia estar mais do que acostumada ao poço de gentileza da irmã.  Bem, só queria ter certeza de que já não estava transando no meio da pista de dança. E, hã... Usando drogas. Vamos até a mesa de bebidas, preciso beber algo antes que fique desanimada demais! — Cruzou os braços esperando que Evelyn aceitasse e fosse gentilmente até o bar com ela, mas isso certamente não aconteceu. Teresa bufou ao ouvir o comentário de outra voz, só então percebendo que não estavam sozinhas. — Oh, sim. Espero sinceramente que Evelyn não se perca e acabe ficando com seu irmão gêmeo no seu lugar. — Resmungou pisando duro na direção das bebidas e virando alguns goles de uísque na boca, sem se incomodar.

Viu Lauren entrando na casa com ninguém menos do que sua irmã mais velha, Jenny, e tratou de abaixar-se de imediato atrás do barman, jogando a garrafa de bebida alcóolica para longe. — Puta merda! Não poderia ter ido para o culto hoje? — Grunhiu agarrando um punhado de comprimidos da mão de alguém e enfiando dois na boca, ouvindo passos atrás de si que arrancaram de sua mão uma garrafa de champanhe - que nem fazia ideia de onde surgira até aquele momento - e seus comprimidos. Levantou o dedo do meio para Laur, gritando com o máximo de força que conseguiu enquanto ela voltava para o lado de Jenn. — Mudou de lado, sua vagabunda?! — Embora não tivesse certeza de que a Van Houguen tenha ouvido o recado - ou o entendido -, sentou-se num canto vazio próximo ao banheiro e começou a tomar a primeira caipirinha que entrou em seu campo de visão. — Bando de filhos da puta.

with Lauren, Eve, Curtis | wearing | valkyrie rules | 567 words
thanks rufo!


cherry lips, crystal skies
avatar
Teresa DiBord Hadley

Mensagens : 19
Data de inscrição : 01/02/2015
Idade : 19
Localização : Para quem não sabe onde vai, qualquer caminho serve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Nicholas Höwer Ainsworth em Qui Maio 14, 2015 1:27 pm

words: xxx
tagged: xxx
location: xxx
humour: xxx
Party hard
Dou uma última tragada no baseado antes de jogá-lo de lado, vejo sua pequena luz, produzida pelo fogo parar ao lado de um rosário. Logo, uma garota se senta ao meu lado, chamando-me de Nick. Odeio quando me chamam de Nick, logo, tive certeza de que esta garota era minha querida irmã Samantha. - O que faço aqui sozinho? Nem eu sei, irmã... Hehehe... O Logan embaçou meu esquema com aquela garota da azul. Então... Vim sentar aqui. E você, o que faz aqui? - Pergunto.




White bitch down slugs, and gangstas faint -------------✖
avatar
Nicholas Höwer Ainsworth

Mensagens : 128
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 20
Localização : Hogwarts sz

Perfil Bruxo
Casa:
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Meera Lië. Höchimbleaumex em Qui Maio 14, 2015 8:35 pm

H
ow To Be
A Hearbreaker
this is how to be a heartbreaker, boys they like a little danger, we'll getting fallin' for strangers, a player, singing i love you, at least i think i do.
Evelyn tentou focar sua mente. Observava a festa enquanto tentava ao menos, se concentrar e dispersar  todo o cheiro de maconha e cocaína que sentia, vindo do pessoal que usava e até mesmo Curtis. Ela até usava maconha uma vez ou outra, mas odiava aquilo e o cheiro constante já estava lhe deixando enjoada. O cheiro da maconha fazia com que seus surtos não fossem bloqueados, mas voltasse com força total. Eve começou a respirar forte. Como se estivesse cansada. — Por favor... Me deixem em paz! — Ela fechara os olhos e repetia várias vezes a mesma frase baixo, até em uma das vezes soltar a frase em um grito. Ela observou todos a seu redor a lhe olharem assustada. Ela se encolheu, evitou que chorasse. Você é uma desgraça, Evelyn. Você merece todo o ódio que tem. Você não é nada... As vozes ficavam mais fortes.  Ela continuava a respirar forte. — E-eu sou louca? — Perguntou em uma voz baixa com a expressão de medo em seu rosto. — Eu tomei meu remédio... Por que está voltando agora?  — Ela tentou suspirar, mas saiu uma tosse. Quando a tosse acabou, ela contou mentalmente até dez, com os olhos fechados. — Eu não acredito... — Ela suspirou, voltando a abrir os olhos. — Desculpe. Eu não sei o que me deu. Faz algumas semanas que não dou um surto desses e eu te juro, tomei meu remédio. Se quiser pode me fazer tomar Veritaserum se não acredita. — Evelyn bufou, passando uma mão pelo o rosto. Ela estava envergonhada demais de si mesma que não prestava muita atenção no que Curtis falava, algo que provavelmente devia ser importante.

Desculpe, o que você estava dizendo, Curtis? — Evelyn dizia um tanto confusa. Claro, não tinha prestado atenção e isso a deixava um tanto atordoada. O rapaz, Eve poderia ter jurado, que ele riu baixo, mas atenciosamente como era com a Evelyn pós surtos esquizofrênicos, repetiu o que disse. Então prosseguiu, segurando seu queixo a fazendo lhe encarar com um sorriso debochado. Riu baixo, quando ele terminou. Evelyn não acreditava em nenhuma palavra. — AHA! Então você ME confundiu com Tessa? Então quer dizer que nesse seu 'coração' de bebum brotou um sentimento indefinido por minha pessoa, não? Ótimo, vou adorar usar isso para algumas coisas. — Eve deu um riso digno de vilã de filmes, sorrindo. — E seu coração de bebum é o caralho, Curtis. Você convive demais comigo para saber perfeitamente quando sou eu ou não. — E pisa no pé do rapaz, com o salto alto. — Essa, sou eu. E aquela... — Apontou para a irmã  e revirou os olhos sorrindo falsamente quando Curtis lhe disse algo sobre Jenny. — Querido, você tem sorte de ser uma peça importante em vários dos meu planos que nos geram detenções horríveis quando nos pegam e nos  geram problemas enormes. — Evelyn soltou um sorriso irônico agora, enquanto observava Teresa, que vinha na direção de ambos, apressada até. — Bom continuando... É Teresa, compreendeu ou quer que eu te desenhe? — Evelyn dizia, um tanto entediada. Quando viu Teresa, disse algumas coisas, a ouviu um tanto divertida. Realmente, Teresa tinha aprendido algumas coisas com Evelyn. Riu divertida. e deu de ombros. — Tessa, mesmo que eu estivesse transando com o querido Curtis aqui, coisa que por mim, vai demorar algum tempo, se é que virá a acontecer algum dia, eu teria a decência de ir para algum lugar reservado, porque não preciso de um bando de idiotas prestando atenção em minha vida sexual. —Riu mais uma vez, ouvindo as doces palavras de sua irmã. Sorriu e a encarou. — Oras Tessa. Você sabe que eu fiquei com o Luke ano passado. Sim, Curtis você sabe, foi naquela festa daquele seu amigo loiro gato que a Tessa ficou semana passada, acho. Não precisa ter ciúmes do seu irmão, mon chére. Se eu preferisse a companhia dele, estaria agora com ele, não acha? — Sorriu divertida  para o rapaz ao piscar lhe um olho e o  ouvir novamente, debochando de algo para Tessa. A morena deu um riso baixo.

Quando viu Tessa se afastar, ela não pode evitar um riso alto. Então disse algumas coisas, enquanto prestava atenção ao rapaz, sorriu apenas. — Um brinde a minha acidez. — Sorriu divertida. — E minha acidez, um charme? Quantos disso aí você já usou hoje, meu caro? — Perguntava curiosa.  Sorriu um tanto curiosa, enquanto observava a festa, a sua mente literalmente foi para a Lua, sentindo o que tinha sentido. Ah merda, esse cara ainda me mata...  Contou mentalmente até dez, antes de fazer o que temia, entre aspas.  Dizer algumas coisas idiotas. Riu alto com suas próprias besteiras. Sorriu, revirando os olhos.  — Hm... Prefiro as agradáveis, devem ser interessantes. — Mostrou um sorriso irônico. Riu baixo, enquanto ela dizia algumas coisas e tentava raciocinar, com a sua nova atitude. Tinha beijado seu amigo de festas e baladas. Merda, eu só me ferro mesmo... Soltou um suspiro de surpresa ao reparar que 'era retribuído'.  Mas que ótimo! Não me ferrei tanto assim! Abriu um sorriso, quando se afastou, e disse algo de não culpar a bebida. Enquanto andava com o rapaz para a pista de dança, ela se divertida.

Quando chegaram, Eve tentava 'dançar' algo em um ritmo leve, enquanto Curtis fumava seu baseado, ainda. Evelyn revirou os olhos. Aquilo a enjoara, mesmo dando uma tragada naquilo. — Se você quiser continuar essa noite com minha pessoa, largue essa porcaria, porque você já está tendo alucinações e eu te prefiro lúcido o bastante para lembrar de alguma coisa, porque aí não posso mentir. — Eve dizia entre dentes,  já com raiva. Ela sorriu com escárnio ouvindo Curtis. — Ótimo, eu posso te tirar do sério ainda mais vezes e mais rápido do que qualquer coisa, então estamos quites. —  Revirou os olhos ainda o ouvindo. — Ah claro, com quem conseguiria minhas informações para os meus planos? E como assim mostrar quem manda? — Eve tinha uma expressão um tanto curiosa, com um misto de assustada. Encarou o rapaz com o mesmo olhar que era lançado a ela e sentiu a mordida e o puxão do cabelo, soltando um grito de dor. — Porra meu cabelo não! Passei duas horas arrumando! — Então sentiu seu mundo não se sabe, declinar ou aumentar. Um beijo. Porra isso é bom, mas ele está chapado.  Ela não se importou muito, então continuou aquilo, divertindo se mais aquela noite.  
With: Curtis O'Connel
Clothes: Click Here!
Where? At The Party
Listen: How To Be A Heartbreaker - Marina And The Diamonds



Última edição por Evelyn B. D. Hadley em Sab Maio 16, 2015 11:34 pm, editado 2 vez(es)



So, Strike A Pose, And Make Me Your Queen, Love.
avatar
Meera Lië. Höchimbleaumex
Corvinal


Mensagens : 52
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 19
Localização : Algum lugar -v-

Perfil Bruxo
Casa: Corvinal
Ano Escolar: 6º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Jenny B. D. Hadley em Sex Maio 15, 2015 12:56 pm



You're real pretty...
Ilha . Lauren . vestindo isso

Lauren logo arranjou os comprimidos e a bebida, que para o meu choque estavam com Teresa. Ri ao ver tessa ofender sua amiga só por ela estar me acompanhando na festa. Coloquei dois comprimidos na boca que desceram suavemente pela minha garganta com o gole generoso de vodka. — Agora é só esperar fazer efeito! — Disse já rindo enquanto fitava Lauren nos olhos. Voltei meu olhar procurando por Evelyn que estava com Curtis, pelo menos ela ainda não havia dado nenhum barraco o que era um bom sinal. Teresa havia sumido na multidão e havia saído do meu campo de visão. Bocejei entediada e cruzei os braços. Agora realmente eu tinha a certeza de que não se dava mais festas como antigamente. Escorei na parede olhando para o teto e senti o êxtase começar a fazer efeito. Meu corpo estremeceu e eu voltei a encarar Lauren com um sorriso misterioso porém confiante nos lábios. Minha cabeça fervia em pensamentos irresponsáveis e totalmente insanos, provavelmente, quem estava acostumado em ver a Jenny certinha e responsável jamais imaginária em me ver com um sorriso tão desleixado e maldoso.







jennifer burton dibord hadley
queen of darkness and heir of hadley's empire

  
avatar
Jenny B. D. Hadley

Mensagens : 21
Data de inscrição : 08/05/2015

Perfil Bruxo
Casa: Sonserina
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Abby Bjørhmadev Ahlë em Sex Maio 15, 2015 1:27 pm




Love's a game, wanna play?


'Cause, you know, I love the players
And you love the game
Mordi os lábios ao perceber o olhar de Jenny, que parecia estar mais leve depois de tanto beber. Após alguns minutos os efeitos começaram a aparecer, Jenny não estava mais quieta, puxou-me para dançar e começou a falar coisas estranhas. – Ok, eu acho melhor a gente parar um pouco de beber. – Lutar contra o calor insuportável, a tontura e o tanto de pessoas ao redor era ridículo, ainda mais com Jenny completamente bêbada. – Você precisa de algo pra ficar menos, vamos dizer instável. – Encarei-a e ri. – Vem comigo, deve ter água ou algo do tipo pra te ajudar a passar pela bebedeira. – Puxei-a para fora da pista de dança escutando as inúmeras reclamações enquanto andava até Tessa. – Sua irmã está completamente drogada, é minha culpa, mas ela é sua irmã, então a ajude. – Levantei Teresa do chão e puxei as duas para a mesa de bebidas, dando água para Jenny. – Você já ficou muito pior que isso, o que nós fazemos?
vestindo: isso com: as irmãs Hadley
(c)


I'LL  BE
GOOD I'LL BE GOOD
I thought I saw the devil, this morning Looking in the mirror, drop of rum on my tongue With the warning to help me see myself cleare...
avatar
Abby Bjørhmadev Ahlë
Lufa-Lufa


Mensagens : 44
Data de inscrição : 02/02/2015

Perfil Bruxo
Casa: Lufa-lufa
Ano Escolar: 5º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Samantha Van Rousseau em Sex Maio 15, 2015 8:43 pm

Love Love  Love Love
Party hard



Aquela vista para o mar realmente fazia a garota viajar, mas quando seu irmão respondeu voltou sua atenção para ele.
-Como assim não sabe ? - ela sorri - Logan faz tempo que não o vejo, pera embaçar seu esquema com a garota de azul ? - Sam gargalhou - Desde de quando você tem esquemas com garotas ? 


Samantha as vezes sentia falta de seus irmãos principalmente Nick que sempre foi um pouco mais chegado a ela, ele quase nunca era o melhor irmão do mundo mas era o único que Sam de certa forma se dava melhor com ele mesmo não sendo de certo modo carinhoso com ela.  


-Bom eu não tinha nada para fazer sabe? Como sempre, e então resolvi vir. E ruim ficar muito sozinha as meninas andam com seus grupinhos - disse com um ar de tristeza pôs isso sempre a incomodou, não tinha de fato amigas e sim algumas meninas que ela conversava em seu dormitório. - E você ? Anda saindo com alguém hum ? - fez cara de malicia para o irmão rindo de sua própria pergunta, olhou para seu copo e viu que já estava vazio colocou o no chão e voltou se para Nick. - Nem vem me dizer que não esta porque te conheço você nunca fica sozinho. 
  

 





Samantha Van Rousseau


 
I'm still working on my masterpiece !!<<<
avatar
Samantha Van Rousseau
Lufa-Lufa


Mensagens : 35
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 17
Localização : Londres

Perfil Bruxo
Casa: Lufa-lufa
Ano Escolar: 6º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Logan Höwer Ainsworth em Dom Maio 17, 2015 2:27 am

Festa...
Perdido por aí
Voltei a encarar o copo de bebida que estava em minha mão direita, voltando a erguer o copo em direção aos meus lábios degustando do resto da bebida enquanto prestava atenção na menina que falava um pouco sobre ela, assentindo com a cabeça em sinal de afirmação.- Hum... então você é tipo.... Aquelas nerd's chatas? Ou sabe ao menos se divertir mas horas vagas?- Perguntei mostrando um pouco de curiosidade, logo deixando que um sorriso escapasse por meus lábios.-Acho que sou o contrário de você em algumas coisas. Um tanto imaturo, preguiçoso e briguento. Certinho, acho que nunca soube ao certo se já fui.- comentei revirando os olhos e dando um breve suspirando, olhando para a noite que fazia, fazendo as estrelas brilharem ainda mais no céu, tirando minah atenção por alguns breves minutos da garota.





Logan H. Ainsworth
I know nothing of sweet words or eloquent speak, if I say anything pleasing to you, its because you bring it out in me.
❝❞

avatar
Logan Höwer Ainsworth

Mensagens : 33
Data de inscrição : 05/02/2015
Idade : 20

Perfil Bruxo
Casa:
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Catharina H. Dellacroix em Dom Maio 17, 2015 2:54 am



Festa



Assim que Catharina tinha terminado de falar sobre si mesma no bom e velho monólogo o jovem Logan ainda continuava a encarando com curiosidade:
- Hum... então você é tipo.... Aquelas nerd's chatas? Ou sabe ao menos se divertir mas horas vagas?- 
-Na verdade eu seria uma nerd chata, tipo não sou muito de sair e aqui em Durmstrang a maioria das festas não e muito convidativa para mestiças nerds-Depois disso ela deu um sorriso de canto bem charmoso, em meio a isso Logan começa a falar sobre ele o que chamou atenção da jovem francesa:
-Acho que sou o contrário de você em algumas coisas. Um tanto imaturo, preguiçoso e briguento. Certinho, acho que nunca soube ao certo se já fui.-

Logan e Catharina eram completos opostos, ''Opostos pelo vértice'', ou eles se amariam a primeira vista, ou começariam a se odiar e brigariam, e claro que a  Dellacroix preferia a primeira opção, em menos de alguns minutos ela já tinha uma queda imensa pelo moreno, mesmo com medo dele não sentir nada por ela, mesmo assim sorriu ao ver as estrelas no céu e percebeu que Logan também olhava para elas:

-As estrelas são tão lindas, não acha ?







Thanks @ Solaria Magnum CG
avatar
Catharina H. Dellacroix

Mensagens : 18
Data de inscrição : 09/05/2015
Idade : 17

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Teresa DiBord Hadley em Dom Maio 17, 2015 12:50 pm


she's a modern lover
De algum modo Lauren conseguira interromper os devaneios de Tessa em um timing perfeito e até mesmo assustador quando já se arrastava para conseguir mais álcool. A morena resmungou qualquer coisa - algo que soou como “hamshu” ou “khugi” (?) - e levantou-se com a ajuda de Lauren, coçando um dos olhos e erguendo as sobrancelhas para o estado deplorável em que se encontrava a irmã mais velha. — Bem, queira me desculpar, mas quando eu costumava ficar tão drogada que mal conseguia me mover, quem me tratava eram Jenny e Sebastian, então não me pergunte nada, porque eu realmente não faço a menor ideia de como tirá-la dessa situação. — Jenny falou algo como elefantes e Teresa conseguiu soltar um riso de escárnio, sentindo o hálito de bebida da irmã que chegou a deixá-la tonta. — Ela bebeu também? — Perguntou para Lauren debilmente, como se já não soubesse o óbvio; Tessa verificou o relógio de pulso e deu de ombros. — Faltam uns trinta minutos para o fim da festa, e eu não tenho o menor interesse de continuar aqui. — Anunciou a Lauren cruzando os braços e pedindo para Jenn calar a boca, já que estava a irritando enquanto cantarolava alguma música infantil que envolvia um cara chamado Bernie. 

— Se você quiser ficar, eu... Ah meu Deus, ela vai vomitar. — Teresa afirmou puxando Lauren para trás quando Jenn abriu a boca e colocou tudo o que havia bebido nas últimas horas para fora. Teresa franziu a testa; aquela situação seria até engraçada, pois Jenn era sempre a certinha depois de Zoe em casa, e tudo o que mais gostaria de fazer era gravar aquele momento, mas na certa nunca receberia o perdão da loira. — Ok, eu vou pegar o carro e levá-la para casa. Pode vir se quiser. O quê...? É claro que eu sei dirigir! — Reclamou diante das afirmações de Lauren até que ela finalmente concordou; as duas levantaram Jenny pelos braços e apoiaram-na nos ombros, andando com dificuldade até onde o veículo preto da irmã estava estacionado. Teresa tateou os bolsos da calça de Jenny e arrancou de dentro de um deles a chave e ligou o carro, pisando no acelerador e cantando alto a música que tocava no rádio, algumas vezes parando para rir das coisas que Jenny falava enquanto dormia no banco traseiro. Será que era uma boa ideia dirigir bêbada e sem carteira? Talvez. I'm at a payphoooooooone trying to call home, all of my change I spent on you — Ouviu Lauren rir e percebeu que o celular vibrava, e a chamada era de Evelyn. Gargalhou alto e deixou o telefone tocar descontroladamente. — O que? É claro que eu não vou atender. Que se foda a Eve, ela que dê um jeito de voltar para casa ou passar a noite num motel com o Curtis. Gritou para Laur trocando de marcha e freando ao avistar a casa, esperando Laur descer para ajudá-la a colocar Jenny na cama. 


Obs.: Caso não tenha ficado claro, Lauren, Jenny e Teresa saíram da festa. 

criado por ☣
modificado por ♛


cherry lips, crystal skies
avatar
Teresa DiBord Hadley

Mensagens : 19
Data de inscrição : 01/02/2015
Idade : 19
Localização : Para quem não sabe onde vai, qualquer caminho serve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Logan Höwer Ainsworth em Dom Maio 17, 2015 2:32 pm

Festa...
Perdido por aí
Já sentia minha cabeça rodopiar e uma dor torturante surgir. Um sorriso se manteve em meu rosto, lodo percebendo a dor sumir vagarosamente, até não conseguir senti-lá mais. Um pensamento veio a minha cabeça questionando aquela minha decisão "Acho que não fora uma boa ideia ter fumado e bebida", e de fato não havia sido mesmo uma das melhores ideias que tivera em anos. Odiava festas e aquela estava a ser até que uma festa agradável apesar da minha situação um tanto cambaleante devido a bebida e a maconha.

Aproximei da menina pegando as mãos dela e então guiando-a até a pista de dança, naquele momento já não sábia o que estava fazendo. Provavelmente não lembraria de nada que acontecerá ali no outro dia, apenas queria aproveitar um pouco. Dançava junto a Catharina conforme o ritmo da música que tocava naquele momento, ao perceber a música acabar e meu corpo próximo ao dela sorri para a mesma, logo fechando os olhos e aproximando meus lábios do dela dando um beijo na mesma, enquanto repousava minhas mãos sobre a cintura da menina, afastando aos poucos ao termino do beijo.





Logan H. Ainsworth
I know nothing of sweet words or eloquent speak, if I say anything pleasing to you, its because you bring it out in me.
❝❞

avatar
Logan Höwer Ainsworth

Mensagens : 33
Data de inscrição : 05/02/2015
Idade : 20

Perfil Bruxo
Casa:
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Nicholas Höwer Ainsworth em Dom Maio 17, 2015 3:37 pm

words: xxx
tagged: xxx
location: xxx
humour: xxx
Party hard
Fecho meus olhos, e deito na gramam, sentindo as folhas frias tocando minha nuca. - Não, não estou com ninguém no momento, mas tanto faz, sobra-me liberdade. - Minha voz estava baixa, e eu sentia o sono me invadindo. Aquela festa estava chata demais. - Aliás, se ele aparecer, avisa que eu fui embora. - Levanto-me outra vez, dando um beijo no rosto de Sam, logo ficando em pé e começando a andar. Não muito longe, mas longe das vistas de alguém da festa, vejo pessoas dando as mãos, noto que já havia os visto pelos corredores de Durmstrang, então presumo que sejam setimanistas. Chego mais perto, e pergunto: - Vão aparatar? - Eles respondem que sim. - Posso ir com vocês? Sexto ano, aqui. - Uma garota estende a mão, sorrindo, sorrio de volta e seguro sua mão, sinto um repuxo. A aparatação começara. Onde eu ia parar?




White bitch down slugs, and gangstas faint -------------✖
avatar
Nicholas Höwer Ainsworth

Mensagens : 128
Data de inscrição : 31/01/2015
Idade : 20
Localização : Hogwarts sz

Perfil Bruxo
Casa:
Ano Escolar: 1º ano
Varinha:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ilha

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 :: Sarnitsa

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum